Marcos Tiago do Prado, de 33 anos, foi encontrado morto no sítio São Francisco, em Pedra Bela, na segunda-feira, dia 26. Ou seja, menos de 40 dias depois do seu irmão Ronaldo Jesus do Prado, de 40 anos, ter sido assassinado no sítio vizinho, que fica no Bairro dos Pretos.

Na época o crime chocou a cidade com cerca de 6 mil habitantes e também Bragança Paulista já que os irmãos possuem família na cidade.

O crime aconteceu por causa de problemas familiares e quem atirou contra Ronaldo foi Géssica Braga de Oliveira do Prado, de 25 anos, que se entregou a policia, três dias depois do ocorrido. Apesar dela ter fugido do flagrante, teve sua prisão temporária decretada e está presa na Penitenciária Feminina de Mogi Guaçu.

A polícia descarta a hipótese de homicídio, mas aguarda os exames necroscópicos para concluir o caso sobre a morte de Marcos Tiago, que foi registrada como morte suspeita.

O rapaz, foi sepultado no final da tarde de terça-feira, dia 27 no Cemitério da Saudades.