Skip to content

Isolamento social: Bragança registra menor taxa da quarentena

Isolamento social: menor taxa

Bragança Paulista registrou na terça-feira,  5, a menor taxa de isolamento social de toda a quarentena. A quarentena foi decretada pelo Governo do Estado no dia 24 de março. O índice divulgado foi de 44%.

O ideal, segundo os especialistas para evitar o colapso no sistema de saúde é um isolamento de 70%.

A quarentena em Bragança Paulista começou a valer no dia 21 de março e em todo o Estado de São Paulo no dia 24 de março. Durante o mês de março, o município conseguiu manter uma taxa de isolamento a cima dos 50%. O mesmo aconteceu na primeira semana de abril.

A partir do dia 7, a taxa em dias da semana se manteve sempre abaixo dos 50%, subindo, entretanto, nos feriados e finais de semana.

Em suas últimas entrevistas coletivas o governador João Doria vem informando que o índice será levado em conta para a flexibilização do comércio. A quarentena, a princípio vai até o dia 10 de maio. Novas regras, flexibilizando ou endurecendo a quarentena, conforme as necessidades de cada cidade e região, devem ser anunciadas nos próximos dias.

Bragança Paulista tem 96 casos positivos de coronavírus, entre eles 10 mortes.

Apesar do município ter apenas três pacientes em UTI positivos para COVID-19, vale lembrar que os leitos do HUSF em Bragança Paulista estão 100% ocupados e os leitos da Santa Casa tem uma taxa de ocupação de 70%.

Dos 3 pacientes, dois estão na Santa Casa e um no Hospital Bragantino. Há também um paciente positivo me leito clínico além de 9 com suspeita de coronavírus também internados em leitos clínicos.

Isolamento em Atibaia

Atibaia, que flexibilizou a quarentena e permitiu, por exemplo, a abertura de micro e pequenas empresas registrou na terça-feira, 5, uma taxa de 47% de isolamento.  O município tem 43 casos positivos de COVID-19, menos da metade de Bragança Paulista.

O município de Atibaia tem atualmente  três pacientes internados em UTI, sendo dois no Hospital Novo Atibaia e um no HUSF. Além disso, há dois pacientes com suspeita de COVID em UTI (um no Hospital Albert Sabin e um na Santa Casa) e onze em enfermarias. Destes dois estão no HUSF, um no Hospital da Criança de Jundiaí, um no Hospital Albert Sabin, seis no Hospital Novo Atibaia e um no Hospital Bragantino.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse:https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias pelo celular acesse: https://chat.whatsapp.com/BEtf6hqh9CW4JeRGa16MO3

[uam_ad id=”37841″]

 

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados