Afastamento Jesus Chedid

Jesus Chedid se afastou do cargo de prefeito de Bragança Paulista na terça-feira, 22. O afastamento acontece por 14 dias.

Em nota, a Divisão de Imprensa da Prefeitura de Bragança informou que o afastamento acontece por orientações médicas. O vice-prefeito, Amauri Sodré, já assumiu o cargo.

Esta não é a primeira vez desde que assumiu a Prefeitura em janeiro de 2017 que o prefeito deixa o cargo por questões de saúde.

No final de dezembro, Chedid chegou a confessar em uma entrevista na rádio FM 102,1, que decidiu em 2018 renunciar o cargo. Ele relatou inclusive que ficou cerca de 17 dias internado no Hospital Sírio Libanês. Relembre a entrevista:

Em dois anos de administração, o prefeito Jesus Chedid ficou afastado da Prefeitura, 75 dias declaradamente por questões de saúde. Além disso, teve 30 dias de férias e mais 60 dias de licença. Foi só após a entrevista, no entanto, que ficou declarado que estes dias também foram por questões de saúde.  A princípio, na época da licença, a alegação era que ele estava tratando de assuntos pessoais.

Com mais os 14 dias de afastamento a partir de agota, são 179 dias afastado do cargo. Ou seja, são seis meses de afastamento em que Amauri Sodré ocupa o seu lugar.

Na noite de segunda-feira, 21, em seu gabinete, durante a posse de Dorival Francisco Bertin, chegou inclusive a falar sobre sua saúde. Disse que depois do que passou no ano passado, quando achou que ia morrer, agora estava forte para aos 80 anos, continuar em ritmo acelerado inovando na administração pública.

Confira o discurso também disponível no canal do  Bragança Em Pauta no Youtube:

3 Comentários




Deixe uma resposta