A Polícia Civil esclareceu o assassinato de Sebastião Carlos Bragion, de 53 anos, dono de um supermercado em Joanópolis, que foi morto na noite de 6 de dezembro, em sua residência.

O CASO

Ele foi encontrado pela sua esposa, caído no corredor que dá acesso aos quartos, por volta das 22h, cerca de meia hora depois que ele teria chego em casa.

O comerciante estava com os pés e mãos para trás, amarrados com cardaços uma camisa amarrada no pescoço e uma meia de seda amarrada na boca. A casa estava toda revirada, mas a esposa não soube informar o que havia sido roubado.

A INVESTIGAÇÃO

De acordo com o delegado José Glauco Silveira Lobo Ferreira, que comandou as investigações a polícia trabalhava em duas frentes de investigação: localização e monitoramento do uso do celular furtado da vítima  e possibilidade do crime ter envolvimento de familiares da vítima, por causa de brigas por herança.

Segundo o delegado as questões familiares foram descartadas.

Através do celular da vítima, a polícia chegou então a Márcio Maécio de Souza, residente em Itatiba e após as investigações detiveram também Leonardo Henrique Cardoso, residente em Joanópolis.

As investigações do caso continuam.

Márcio e Leonardo já tinham passagens pela polícia, sendo que Márcio era procurado por roubo em cidades da região.