Carlos Roberto Batista dos Santos, 19 anos, foi preso em flagrante na madrugada desta quinta-feira, dia 24, acusado de tentativa de homicídio.

Ele estava foragido desde a tarde de quarta-feira, dia 23, quando tentou matar a ex-companheira, na Avenida Alpheu Grimello, no Lago do Taboão, depois de agredi-la.

O rapaz desferiu um golpe da canivete no pescoço da ex-companheira, que foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Universitário onde foi submetida a cirurgia. O estado de saúde é grave, ela  corre risco de morte ou de ficar com graves sequelas.

Policiais da Delegacia de Defesa da Mulher estiveram no local.

Carlos Roberto foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio – violência doméstica – e recolhido à cadeia.

BRIGA DE FAMÍLIA

Ainda na noite de quarta-feira, dia 24, por volta de 23h policiais militares detiveram Luís Carlos Lopes da Silva, de 50 anos, no Bairro do Popó.

Segundo o registrado, Luís Carlos chegou em casa embriagado e tentou agredir sua irmã e sua sobrinha com um pedaço de lança e um sarrafo de madeira.

A irmã acionou a polícia e apresentou uma medida protetiva de afastamento, onde Luís Carlos não poderia se aproximar dos familiares.

Segundo a irmã, ele morava em outro endereço com a mãe e outra irmã, mas saiu de lá também por ter apresentado problemas e foi para a sua casa, sem sua autorização e se recusava a sair.

Ele foi encontrado deitado na cama e ao ser questionado pelos policiais, partiu para cima tentando agredi-los. Os policiais o contiveram e o conduziram ao Plantão Central, onde ele foi autuado em flagrante por ameaça – violência doméstica – e resistência e recolhido à cadeia.

A lança foi arremessada ao rio pela vítima e o sarrafo não foi encontrado.