Mais um latrocínio contra idoso teve registro no município de Bragança Paulista. O roubo, seguido de morte, aconteceu no final da noite de quinta-feira, dia 1º, por volta das 23h, em um sítio na Rodovia Benevenutto Moretto, que liga Bragança Paulista à Tuiuti.

Evaldo Garcia Alcova, de 63 anos, não resistiu ao tiro que levou durante o assalto, que ocorreu no sítio Santa Cecília e faleceu. O SAMU ainda foi acionado para prestar atendimentos à vitima, que não resistiu.

O caso teve registro no Plantão Central da Polícia Civil e por enquanto ainda não foi preso nenhum dos três suspeitos.

Conforme o registrado, naquela noite três indivíduos armados entraram no local e anunciaram o assalto. A vítima reagiu e levou um tiro.

Os ladrões amarraram a filha, a esposa e um funcionário de Evaldo com arames e ordenaram que os mesmos ficassem deitado no chão.

Em seguida eles fugiram, levando dois revólveres de calibre 38, que estavam no próprio sítio e pertenciam a vítima.

No momento do crime, mais duas pessoas além do idoso estavam no sítio.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública este é o terceiro latrocínio registrado no município este ano. O primeiro deles vitimou uma idosa, de 83 anos e aconteceu em fevereiro no Bairro do Matadouro.

O outro aconteceu em maio vitimou a professora aposentada Deise Aparecida Russi, de 76 anos. O acusado de cometer o crime, foi um morador de rua, acusado de matar também a advogada Odete Almeida cujo, assassinato ocorrido no centro, no mês de abril, foi registrado como homicídio.

Em 2015, houve apenas um caso.