Lei Maria da Penha

Um homem foi preso pela Guarda Municipal de Bragança Paulista, com base na Lei Maria da Penha. A prisão aconteceu após ele ameaçar cortar o pescoço da ex-companheira neste sábado, 17. Esta não é a primeira vez que o homem faz ameaças à mulher

Inclusive, por causa das ameaças a vítima já tinha contra ele uma medida protetiva, que foi, portanto, descumprida.

Conforme o registrado no Plantão Central, a equipe Guardiã da Lei Maria da Penha foi acionado via CCO para atender ocorrência na Rua Luiz Nardy, no centro.

Em contato com a vítima ela relatou então que seu ex-companheiro  passou várias vezes e parou em frente a loja que ela trabalha. Conforme o apurado pelo jornal Bragança Em Pauta, o homem fez gestos que iria cortar o pescoço da vítima.

Com estas informações e características  do rapaz, a Guarda Civil conseguiu abordar o acusado na Rua Cel João Leme. Ele portava uma canivete e confessou que fez sinal e ameaças de cortar o pescoço da ex.

Assim sendo, ele foi conduzido ao Plantão Central, autuado em flagrante, devendo ser apresentado em audiência de custódia.

O projeto Guardiã foi instituído pela lei municipal nº 4537/2016, na administração de Fernão Dias. Em 2017 o projeto praticamente ficou paralisado e este ano as atividades foram retomados.

Ele consiste na realização de visitas nas casas de mulheres vítimas de violência doméstica. O acompanhamento é feito através de um trabalho efetivo da Guarda Civil Municipal, que acompanha as mulheres  vítimas de violência doméstica, com medida protetiva.