O combate à Dengue no município continua e a nossa leitora Luciene Souza Costa Constâncio, enviou um e-mail para nossa redação com um desabafo, já que se sente irritada, com o fato da Prefeitura cobrar tanto ação da população com relação ao combate à dengue, mas não fazer a sua parte.

“Recebi um comunicado da secretaria de Vigilância Epidemiológica de que estarão passando para recolher objetos que fiquem espalhados no quintal que não tenham uso para evitar o alastramento da Dengue . Mas nas proximidades da minha casa a situação esta cada dia pior.”, disse.

Segundo a moradora da Rua Conrado Stéfani, naVila Municipal, existe um terreno atrás do Colégio Adventista, usado por muita gente, para descartar entulho e até jogar animais mortos, de forma clandestina.

“Estou tentando desde agosto de 2016 junto à Prefeitura para a limpeza esta área pois pessoas chegam a vir de carro para jogar lixo e entulho no local”, desabafa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A leitora reclama ainda que o terreno é usado por muita gente para cortar caminho, mas que o local esta tomada pelo lixo e mato.

“Inclusive estudantes usam esse caminho que acaba ficando perigoso pois esta muito fechado pelo mato, e pessoas que usam o local para usar  drogas, pois o local facilita o uso”, acrescenta.

Realmente, a Prefeitura retomou na semana passada os arrastões. Hoje, dia 28, por exemplo, a ação começou as 7h e vai até as 17h e estão sendo visitados bairros como Jardim das Laranjeiras, Darcilândia, Santa Terezinha e Jardim Júlio de Mesquita Filho.

Na Vila Municipal, onde a nossa leitora reclama do terreno sujo, o Arrastão Contra Dengue deve acontecer no dia 11 de novembro.

Confira a programação para novembro e dezembro:

– 11/11 – Comendador Cardoso, Jardim Anchieta e Vila Municipal

– 18/11 – Vila Motta

– 25/11 – Vila Aparecida

– 02/12 – Padre Aldo Bolini e Vila Batista

– 09/12 – Jardim São Lourenço

E ai no seu bairro, tem algum problema? Você que fazer alguma sugestão de matéria? Faça como a Luciene, mande as fotos e a informação para gente no e-mail: [email protected]