Antigamente as mulheres se dedicavam exclusivamente ao lar, tinham vários filhos e passavam os dias cuidando da casa e da família, com muito prazer. O tempo, no entanto, mudou, as coisas se modernizaram, as mulheres conquistaram seu espaço no mercado de trabalho.

Trabalhar fora, cuidar da casa e da família é a realidade de muitas. E nesta rotina alucinante, tem muita gente que claro, sempre busca por estabilidade e um emprego formal. Outras tantas, acabam entrando no mercado informal de trabalho ou então optam por ter o próprio negócio.

Este é o caso da jovem Anny Karoline Souza Lima, de apenas 20 anos, mãe de um lindo garotinho de apenas dois meses de idade chamado Lucca.

A jovem cresceu vendo a mãe, Rosalia de Souza, se dividindo entre o trabalho na cozinha de hospitais da cidade e um salão de beleza no quintal de casa. “Ela é uma guerreira, mas não tinha tempo para nada. Um dia ela trabalhava no hospital e outro no salão. Eu então, com 14 anos, resolvi ajudá-la”, disse Anny

No início Anny recolhia os cabelos do chão, pegava os materiais para a mãe, até que foi aprendendo a lavar os cabelos, secar e resolveu fazer cursos de cabeleireira para se especializar na área. “Era uma forma de eu estar mais perto da minha mãe e ajudá-la”, disse. 

Depois do primeiro curso, Anny Karoline não parou mais. Ela fez especialização em cabelos loiros, cursos de corte, bem como de maquiagem. “Nesta área não dá para parar nunca. É preciso sempre se atualizar para poder deixar as clientes satisfeitas e bonitas”, acrescentou. 

Sonho de empreender

“Minha mãe sempre me apoiou e nunca me deixou abrir mão dos estudos. Ela me ajudou muito me emprestando, por exemplo, os materiais que ela já tinha para eu poder fazer os cursos. Mas era firme também, que eu precisava estudar e hoje curso faculdade de administração”, diz emocionada. 

Assim como a mãe trabalhava em hospitais, AnnyKaroline a princípio via no salão até então só da mãe, apenas uma forma de ganhar um dinheiro extra. 

E assim a jovem, para pagar os estudos arrumou um emprego em um escritório e só ajudava a mãe nos finais de semana. Em 2017, no entanto, decidiu que não era esta vida de duplo emprego que queria. 

Entendeu que para empreender com sucesso precisava se dedicar ao seu próprio negócio. Saiu do escritório, investiu a grana que tinha no salão.  Com a crise, no entanto, não conseguia ainda ter dinheiro suficiente para bancar os estudos e se manter só com o que rendia o salão.

Foi então que Anny Karoline arrumou novamente um emprego, desta vez em uma agência de turismo. Gostava muito do que fazia, no entanto, queria mesmo era empreender. 

O curso de administração fez ela entender muitas coisas sobre como é ter seu negócio próprio e foi justamente neste período que sua vida deu uma reviravolta. A jovem com tantos sonhos pela frente ficou grávida.

Gravidez foi decisiva no investimento do sonho

Com apenas 20 anos de idade, muitas mulheres na mesma situação acabam abandonando os estudos. Ela não. Continuou estudando e decidiu que a hora de focar em seu salão e ser uma empreendedora de sucesso era aquela. 

Anny Karoline teve uma gravidez de risco, mas nem isto a fez desistir dos seus senhos. Ela passou a se dedicar a modernizar o Studio RB, que fica na Rua Ecio Rossi ,82, no Jardim São Lourenço, em Bragança Paulista.

Optou que empreender ao lado da mãe seria a melhor forma de alavancar o salão. “Minha mãe tem a experiência, a sabedoria de quem há anos trabalha com isto. Eu trago sangue novo ao salão, a modernidade que precisava”, disse. 

“Me sinto realizada e vejo que minha mãe está satisfeita. Ela sempre teve muito orgulho de eu seguir a profissão dela. Agora que sou mãe, entendo isto melhor. E trabalhando com ela posso ficar tranquila que quando preciso ela fica com meu filho. A minha agenda é flexível”, disse. 

As agendas do salão são baseadas no horário das duas e claro, do bebê. ‘Ser mãe é bom demais, mas ser avó é melhor ainda. Minha filha vai poder ficar mais com o filho dela e eu também vou ficar mais com meu neto”, diz a vó Rosalia.

“Empreender é sempre difícil porque a gente não sabe se na semana seguinte vai ter dinheiro para pagar as contas. Mas quando a gente se organiza e faz o que gosta, dá certo. Estou ciente que não é fácil, mas tenho certeza que vale a pena. Estar com o meu filho perto de mim, todo o tempo não tem preço”, finaliza. 

Para mais informações sobre o Studio RB acompanhe as novidades nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/Studio-RB-777017716023506/
Instagram: https://www.instagram.com/studiorbbeleza/