Foi protocolado no Cartório Eleitoral de Bragança Paulista, mais um pedido de impugnação ao registro da candidatura de Jesus Chedid (DEM). Desta vez, segundo o chefe do cartório, Marcos Aparecido Mori,  o pedido partiu do candidato Gustavo Sartori (PSB).

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pedido de impugnação já está registrado, com data de sábado, dia 20, e o juiz eleitoral Rodrigo Sette Carvalho, já determinou que o candidato tem 7 dias para se manifestar sobre o assunto.

Este é o segundo pedido de impugnação. O primeiro foi protocolado pelo PSD, presidido por Miguel Lopes, no dia 15 de agosto. Na oportunidade, o juiz também deu prazo de 7 dias para manifestação de Chedid.

Entre as alegações de que Chedid está inelegível  está o fato dele ter tido contas de 2005 rejeitadas pelo Tribunal de Contas e também pela Câmara Municipal. A rejeição aconteceu por causa da falta de pagamento de precatórios.

Desde quando se lançou pré-candidato, Jesus Chedid alega que tem plenas condições jurídicas de se candidatar e os adversários garantem ao contrário.

O impasse continua e é por isto, que a decisão do juiz eleitoral continua sendo amplamente aguardada por todos nos bastidores da política.

Em 2008, vale lembrar que Chedid, levou sua candidatura até as proximidades da eleição, abandonando a disputa na reta final. Na época, Amauri Sodré assumiu a disputa como candidato a prefeito e o candidato a vice foi o médico Fernando Valle.