O vereador Marcus Valle solicitou celeridade da Prefeitura para o envio de respostas e atendimento das indicações dos vereadores, durante manifestação em tribuna na 39ª Sessão Ordinária do ano, realizada na terça-feira, dia 31.

Marcus comentou que a Administração enviou 22 mil notificações para cobrança do IPTU complementar com agilidade, mas encontra dificuldades para retirar 22 capivaras do Lago do Taboão.

Ele ainda ressaltou que  que os funcionários da Prefeitura estão batendo cabeça na comunicação. “Tem coisas no município que precisam de grande empenho e rapidez para serem solucionadas. Solicitei pedido de informações para esclarecimentos sobre a instalação de um posto de gasolina no Lago do Taboão e recebi a informação errada, o que é extremamente grave e permite a constatação de falsidade ideológica em documento oficial”, pontuou Marcus Valle.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Durante a manifestação o vereador também voltou a cobrar a sinalização com faixas de pedestres nas vias da cidade. Sobre o DER (Departamento Estadual de Estradas de Rodagem), Valle mencionou que o órgão estadual é ágil para atender as demandas das empresas, mas quando o assunto é a duplicação das principais vias da cidade são só promessas. “O DER não resolve as questões importantes para a população, mas quando é assunto de um empresário, aí vira um espetáculo. Voltaram a fazer promessas de investimentos para a duplicação da SP-08 e ninguém mais acredita, e já está parecendo a fábula O menino e o lobo“, disse Marcus.

A demora não acontece apenas com os vereadores. Não só o Bragança Em Pauta, mas outros órgãos de imprensa, demoram dias para receber respostas de demandas da administração, o que prejudica o trabalho da imprensa.

Exemplo, disto, por exemplo, foram os números e dados referentes a restrição de caminhões em três vias do município, que esperávamos há dias e que só foram liberados durante a reunião realizada na Santa Luzia na última segunda-feira.