Skip to content

Máscaras e luvas não devem ser descartadas em lixos de coleta seletiva

Máscaras e luvas lixos

Durante a pandemia do coronavírus uma das preocupações das autoridades sanitárias é o descarte de forma correta do lixo. O descarte de forma correta tem o objetivo de proteger a vida dos munícipes e profissionais que zelam pela cidade.

A Secretaria do Meio Ambiente de Bragança Paulista ressalta que todos os produtos de prevenção utilizados, como máscaras e luvas, não devem ser disponibilizados na coleta seletiva, independente de quem tenha usado a máscara, ser caso suspeito ou não do COVID-19,.

Muitas vezes, as pessoas estão contaminadas e não tem qualquer sintoma. É por isto que o material deve ser descartado em lixo comum.

Para descarte correto, os resíduos, em geral, devem ser colocados em sacos duplos, bem fechados, e com no máximo 2/3  preenchidos da capacidade total de armazenamento. A ideia, aliás, é evitar o rompimento do saco de lixo.

Além disso, o lixo deverá ser colocado na rua no horário destinada ao lixo convencional. Além disso, é importante observar se não há perfurações nas embalagens, acondicionando os objetos cortantes em caixas de papelão ou garrafas pets.

Uma das maiores preocupações é manter a contaminação fora do alcance dos profissionais de limpeza urbana, como coletores, garis, agentes ambientais das cooperativas de reciclagem e entre outros, que são fundamentais na zeladoria da cidade.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias pelo celular acesse: https://chat.whatsapp.com/EGKvaEp41fQ5OhAEyLUA2u

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados