Há alguns dias moradores de alguns bairros da Zona Rural tem reclamado das linhas de ônibus. No último final de semana moradores do Bairro dos Modestos estavam revoltados com a retirada de horário de linha de ônibus do bairro.
Com a retirada, sem aviso prévio, os moradores tiveram que andar cerca de 3 km até a ponte do Bairro Mãe dos Homens, para ter acesso ao coletivo.  Segundo os usuários, com isto eles têm que enfrentar além da caminhada, a poeira da estrada. Muitos são idosos e não tem condições de caminhar por cerca de 3 km para ter acesso a um ônibus.

Outro bairro atingido pelos cortes de ônibus foi o Morro Grande. O leitor do Bragança Em Pauta, Marcos Aurélio enviou mensagem para nosso site, reclamando que hoje pela manhã, sem avisar, a empresa cortou a linha das 6h.

“As pessoas tiveram que dar um jeito e se virar. Alguns foram trabalhar com condução própria, outros de carona.”

Não bastasse o ocorrido pela manhã, inconformado o nosso leitor Marcos Aurélio , relatou que também, sem aviso prévio, os moradores do bairro foram surpreendidos com a supressão do horários das 16h, no sentido centro/bairro.

Revoltado com o descaso da empresa, cansado de pegar ônibus em condições ruins, ele relatou que com o corte do horário das 16h, o ônibus das 17h, estava simplesmente lotado e acabou quebrando nas proximidades do Parque Dr. Fernando Costa, mais conhecido como Posto de Monta.

Com isto, os usuários, cansados depois de um dia de trabalho ou estudos, tiveram que esperar cerca de mais 40 minutos por um ônibus de socorro, para só então ir para casa.