Morreu na madrugada desta quarta-feira, 25, por volta das 2h, a jovem Karoline Keroly da Silva Romero, de 17 anos, vítima da queda de um avião, exatamente há um mês, em Bragança Paulista.

O seu velório acontecerá no Fambloyant, em Campinas. Ainda não há horário do sepultamento.

A jovem teve 80% do corpo queimado por causa do acidente  e estava internada durante todo este tempo no o Hospital Irmãos Penteados, em Campinas, que possuí um Centro de Tratamento de Queimaduras.

O acidente aconteceu na Fazenda Capuava, no Bairro da Bocaína, zona rural de Bragança Paulista em um local de difícil acesso, no início da noite do dia 25 de março.  A aeronave, um monomotor anfíbio, de prefixo PU-RBJ, amarelo, com capacidade para dois lugares, caiu após colidir contra uma fiação e pegou fogo.

Quem dirigia o avião, era o piloto Lucas Bonventi, de 38 anos, que trouxe dos Estados Unidos há cerca de 6 meses, mas segundo o apurado pelo Bragança Em Pauta, junto à Agência Nacional de Aviação Civil, ainda não tinha autorização para voar com a mesma.

O advogado da família da garota, Júlio Tambaschia afirma que o piloto não a retirou do avião, como teria dito, logo após o acidente. A garota que ficou a princípio desacordada após a batida, teria saído sozinha da aeronave, assim que recuperou os sentidos, ao sentir o calor das chamas.

A família quer que o caso seja investigado e pede justiça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A jovem teve queimaduras de primeiro e segundo graus e foi socorrida por um morador das proximidades do acidente.

Na época, Fernando Miranda, relatou  à reportagem que viu o avião voando baixo e em seguida ouviu um barulho.  Quando chegou ao local e viu o avião em chamas, a princípio achou que não tinha ninguém no local.

Neste momento ele tirou uma foto e ouviu um grito. A garota teria se levantado do mato e pedido ajuda para ele, que  imediatamente, acionou o Corpo de Bombeiros.

Andreia, esposa de Fernando, disse à reportagem que quando o acidente aconteceu ela estava na cidade e como o marido a avisou sobre o ocorrido, foi ela quem guiou a guarnição do Corpo de Bombeiros até o local, de difícil acesso.

Como estava escurecendo e a menina clamava por socorro, já que estava com boa parte do corpo queimado, Andreia relatou que o marido carregou a moça no colo, e depois desesperado, na moto dele, porque sabia que encontrariam na estrada o Corpo de Bombeiros.

Segundo Andreia e Fernando, até então eles não sabiam sobre o paradeiro do piloto. O mesmo, segundo o relatado por eles, só foi encontrado pelos bombeiros, também na estrada.

O piloto, sofreu ferimentos leves e foi liberado do Hospital Universitário (HUSF), um dia depois do acidente.

5 Comentários

  1. Ele e safado pois deixou menina no avião e saiu fora..quem defende este cara e pq não sabe história.. tem que ser presa o e pagar por td que ele fez ..deveria ter vergonha na cara quem defende este cara que deixou menina queimar chamas no avião e mentiu para jornal que tirou menina da aeronave…ela mesmo falou para pais que saiu sozinha do aviao..entao vcs que defende e pq.nao tem coração e nem sentimentos…queria ver se fosse filhos de vcs…

  2. independente se ele era casado ou não ninguem é obrigado a fazer nada que não quera ele é de maior e sabia muito bem oque tava fazendo, se ele tava la com ela é pq ele quis tbem não venha coloca culpa na karoline independente quem era casado foda-se . ele tinha que te feito o papel de homem se pode chamar de homem essa pessoa por ter deixado ela queimando viva dentro do avião , ele fugiu consciente dos atos dele então agora aguenta as consequências.

  3. Que tragédia. A moça poderia ter sido retirada do avião antes do mesmo pegar fogo mas parece que foi largada lá à sua sorte. Que horror. Que Deus conforte a família da moça e a abrigue em seus braços divinos.

  4. Trabalhei com karoline. Uma menina muito meiga. Na época ela se apresentou dizendo ter 19 isso há 2 anos atrás. Trabalhamos juntas em uma casa de massagem. Provavelmente esse lucas era cliente dela.
    Vai com Deus karol… sentiremos saudades

  5. Boa noite Jessica que cidade vc e…vc tem certeza do que está dizendo que ela fazia…tem provas…

Deixe uma resposta