Na noite de sexta-feira, dia 27, a Prefeitura de Bragança Paulista divulgou uma “Nota de Esclarecimento” referente ao falecimento de Valdeci  de Souza, de 48 anos, registrado na quarta-feira, dia 25, após ser transferido da Unidade Pronto Atendimento Vila Davi para o Hospital Universitário.

A família acusa o médico que prestou atendimento à Valdeci na UPA Vila David de não ter pedido os exames necessários e falhar no diagnostico.

Na nota, a Prefeitura informa que abriu procedimento interno para apuração dos fatos.

“A Secretaria Municipal Saúde de Bragança Paulista está levantando todas as informações acerca do ocorrido e que posteriormente fornecerá todos os esclarecimentos necessários à solução do caso.”

Na nota, a Prefeitura, reafirma que visa o melhor atendimento aos usuários de sua rede, sempre observando o direito à saúde de todo cidadão pautando por serviços com qualidade e eficiência.

“Lamentamos profundamente o ocorrido e nos solidarizamos com a dor dos familiares, reafirmando o compromisso de prover assistência a todos que procuram as unidades de pronto atendimento da cidade.”

A Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (ABBC) também divulgou nota sobre o assunto.

“A Unidade de Pronto Atendimento do Município de Bragança Paulista, por meio dos gestores informam que todos os procedimentos necessários foram tomados, embasáveis em protocolos internacionais, habitual na unidade, para averiguação do real estado que se encontrava, e condutas médicas compatíveis ao quadro . Exames realizados no Paciente na ocasião do atendimento, atestava estabilidade clinica dentro da normalidade. Não obstante, a equipe de plantão constatou ao longo do período de observação que o estado clinico do Paciente estava se agravando, motivo que estes profissionais imediatamente solicitaram a transferência para o Hospital de referência da Região para um atendimento de maior complexidade, uma vez que a UPA corresponde de uma estrutura de baixa e média complexidade.”

Apesar de reiterar que o atendimentos seguiu rigorosamente os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde., a ABBC informou que está apurando todas as informações pertinentes ao caso, para esclarecer aos familiares, bem como toda população.