Na madrugada de domingo, dia 21, por volta de 0h40, aconteceu mais um grave acidente de trânsito na Rodovia Fernão Dias, no Bosque das Pedras.

Desta vez, o acidente aconteceu na alça de acesso à rodovia, na altura do km 22.

Segundo o registrado no Plantão Central, pelos policiais rodoviários que atenderam a ocorrência, o vigilante Luiz Ferreira Vilar Júnior, de 40 anos, conduzia sua moto  Honda CG 150 Titan, de placa FFD-8360/Atibaia, quando teria invadido a contramão de direção e colidido de frente com o Toyota Etios, de placas FUJ-0980/Praia Grande, que era conduzido pelo comerciante Rafael Furigo Besen, de 24 anos.

Com o impacto da batida o motoqueiro ficou gravemente ferido e foi socorrido pelo Resgate da Auto Pista Fernão Dias, ao Hospital Universitário (HUSF).

Já Rafael, sofreu ferimentos leves no braço esquerdo.

Quando os policiais rodoviários chegaram ao local, o motoqueiro já tinha sido socorrido. A pericia foi acionada.

Um revólver de  calibre 38, oxidado, foi encontrado no meio da via pelos policiais rodoviários. O mesmo estava com cinco munições intactas. Outras 4 munições do mesmo calibre foram encontradas no bolso da calça de Luiz Vilar.

Já no bolso da blusa, que estava no local do acidente, toda suja de sangue, os policiais encontraram mais duas munições, totalizando assim 11 munições integras de calibre 38.

Além disto, foram encontrados com o rapaz R$ 390,00 reais em dinheiro, que assim como a arma foram apreendidos.

O estado de saúde do motoqueiro é gravíssimo, segundo o registrado no Plantão Central ele sofreu lesões no intestino, testículos, além de lesões nos membros e na face.

O motoqueiro não apresentava nenhum documento no momento do acidente, mas a moto estava em seu nome e no Plantão Central, os policiais conseguiram após pesquisas descobrir, que o mesmo não tem passagens pela polícia e que o mesmo trabalha como vigilante noturno.

Apesar dos indícios da arma ser dele, o fato deverá será investigado através de inquérito policial.