Skip to content

Novo aplicativo da Zona Azul é disponibilizado em Bragança

A Secretaria de Mobilidade Urbana divulgou na manhã desta quinta, 27, que está disponível para download, o novo aplicativo da Zona Azul Digital. O aplicativo está disponível  na App Store, bem como no Google Play.

O usuário deve buscar por “ZAE Bragança Paulista” ou clicar em um dos links:

https://apps.apple.com/br/app/zae-bragan%C3%A7a-paulista/id1519796593 (App Store)
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.mobilicidade.braganca&hl=pt_BR (Google Play).

A retomada da cobrança da Zona Azul Digital, em Bragança Paulista, acontece na próxima segunda-feira, 31.

Os valores de crédito da Zona Azul seguem os mesmos: R$ 2,50/hora. Da mesma forma, a ocupação das vagas continua limitada há duas horas.

Créditos antigo aplicativo

O usuário que possui créditos de estacionamento adquiridos da antiga operadora Transitable deve entrar em contato com a própria empresa. O contato, aliás, pode ser feito através do próprio aplicativo na aba “contato”. O atendimento também é feito pelo e-mail: [email protected] ou ainda pelo telefone (48) 99647-0105 .

Cabe, portanto, ao usuário solicitar o ressarcimento do valor correspondente aos créditos da Zona Azul que ele não utilizou.

A empresa Transitable interrompeu a prestação de serviços de Zona Azul Digital em Bragança Paulista no dia 8 de junho, no entanto, apenas um mês depois, a informação se tornou pública. No dia 9 de julho, quando os usuários tentavam validar o estacionamento, receberam avisos de erro de validação junto ao servidor da Prefeitura.

Somente, então, a Prefeitura confirmou que a empresa não estava mais atuando no município há um mês.

COMO É QUE É?

Na época, os vereadores Marcus Valle e Basílio Zecchini fizeram questionamentos oficias à Prefeitura sobre o assunto, por meio dos Pedidos de Informações números 252/2020 e 267/2020.

Basílio foi informado pelo secretário Rogério Crantschaninov que os valores em reais referentes aos créditos seriam devolvidos à Prefeitura pela Transitabile, e posteriormente transferidos aos usuários como crédito/hora para utilizar com a nova empresa.

Já ao vereador Marcus Valle, o secretário Rogério Crantschaninov disse que os créditos da Transitabile seriam transferidos para a nova empresa.

No entanto, nenhuma coisa e nem outra ocorreram e usuários ouvidos pela reportagem sentam-se apreensivos e não verem seu dinheiro de volta.

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

 

 

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados