Outubro é o mês da campanha Outubro Rosa, que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama já que com o diagnóstico precoce, as chances de cura chegam a 90%.

O câncer de mama, segundo tipo de câncer mais frequente do mundo, pode ocorrer em virtude de origem genética e fatores como: tabagismo, álcool, poluição e aditivos alimentares.

Você sabia que 30% dos casos de câncer podem ser evitados com a adoção de hábitos alimentares saudáveis, atividade física e manter o peso adequado?

Pensando nisto, a reportagem do Bragança Em Pauta conversou com a nutricionista Edilaine Cristine de Azevedo Souza,, que deu dicas importantes e saudáveis.

Devemos evitar o consumo de alimentos que possuem substâncias cancerígenas como os nitratos e nitritos, ou seja, substâncias presentes na coloração rosada de embutidos como: mortadelas, presuntos e salsichas.”

A nutricionista explica também que frituras também devem ser evitadas, assim como os refrigerantes pois possuem muito sal em forma de sódio e adoçantes associados ao aparecimento de câncer.

Edilaine Azevedo, explica ainda que devemos evitar também produtos que utilizam o sal para aumentar o tempo de conservação, como por exemplo, os congelados e os comprados prontos que só precisam ser aquecidos.

Entram nessa lista produto como a carne seca, o bacalhau, as pizzas congeladas, iscas de frango empanadas congeladas, macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote, entre outros.

A nutricionista orienta também que é necessário tomar muito cuidado com famoso churrasco. Isto porque, na fumaça do carvão há dois componentes cancerígenos: o alcatrão e o hidrocarboneto policíclico aromático.

Além de dar dicas de produtos que não devemos consumir, ela orienta quais são os produtos que devem consumir como, por exemplo: frutas vermelhas, como framboesa e amora, cenoura, uva. brócolis e especiarias como: pimenta preta e curry, além de fibras.

Segundo ela, diversos estudos mostram que estes alimentos se mostram eficazes contra o câncer.