Um homem foi preso por guardas civis municipais na tarde de quinta-feira, dia 1º, em Bragança Paulista, acusado de estuprar uma adolescente, de 13 anos. A vítima é enteada do acusado.

Conforme o apurado, pelo jornal on line Bragança Em Pauta, tudo aconteceu na Rua João Franco, no bairro do Cruzeiro.



A adolescente conseguiu se trancar no banheiro e pedir ajuda de uma amiga por celular. O tio da menina, a tirou da casa, quando os guardas chegaram o homem já estava sozinho na casa e se mostrou bastante nervoso.

Foi então que populares informaram que momentos antes um homem tinha saído da casa com uma adolescente, que chorava muito.

O padrasto relatou aos policiais que sua enteada estava o acusando de ter abusado dela, o que ele negava e que o tio tinha ido buscá-la.

As guardas civis foram até a casa onde estava a adolescente e ela, muito nervosa e chorando, contou que o padrasto tirou a roupa dele, mandou que ela tirasse as dela e passou a se esfregar nela e passar as mãos em seus seios e em suas partes íntimas.

A garota conseguiu mandar mensagem para um colega de escola, pedindo ajuda e a guarda civil foi acionada.

O padrasto recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e apresentado em audiência de custódia.

A adolescente, de 13 anos, foi submetida a exame de corpo de delito.