A Polícia Militar frustou a ação de uma quadrilha na manhã desta terça-feira, dia 18, em Bragança Paulista.

Tudo aconteceu por volta das 7h50, quando policiais militares da equipe Bravo, foram acionados à comparecer à Rua João Cestari, no cruzamento com a Rua Artur Siqueira, onde quatro indivíduos, entre elas uma mulher, estavam em atitude suspeita.

Os policiais se deslocaram para o local imediatamente e foi então que encontraram, três indivíduos nas proximidades de um Fox, cinza, de placas ANJ-1238, de Bragança Paulista e uma mulher, na direção do mesmo.

Os rapazes foram identificados como Vagner Caetano de Souza, de 30 anos, Bruno de Jesus Pires Pimentel, de 20 anos, ambos desempregados, e Wesley Luciano da Silva, de 20 anos, ajudante geral.

A garota, também desempregada, foi identificada como Tainara Grace de Oliveira, de 19 anos.

Com Wesley os policiais encontraram um revólver de calibre 32, tipo garrucha, além de uma máscara, preta.

Já com Bruno os policiais apreenderam uma touca tipo Ninja e um revólver de calibre 22, de marca Rossi, com três munições. Vagner não possuía arma de fogo, mas carregava uma faca tipo canivete.

No interior do veículo, por sua vez, foram localizados, um rolo de fita que provavelmente seria utilizado para amarrar as vítimas, três celulares e uma faca de açougueiro.

A quadrilha confessou que ia praticara um roubo a uma residência na Rua João Cestari, pois tinham informação de que naquele local havia muitas jóias.

A quadrilha foi conduzida ao Plantão Central, onde foi constatado que Bruno já tinha passagem pela polícia justamente por furto.

O FOX, que a quadrilha usava estava com licenciamento atrasado e pertencia ao Vagner.

Eles foram autuados em flagrante por tentativa de roubo a residência, sendo recolhidos à cadeia para posterior apresentação à audiência de custódia.

A participação deles em outros roubos deverá ser investigada pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

A reportagem do Bragança Em Pauta, esteve no Plantão Central da Polícia Civil, quando o caso ainda era registrado e conversou com o Cabo PM Blando que contou como foi a ocorrência. Vale a pena conferir: