Pelo menos cinco pessoas foram presas acusadas de tráfico de drogas entre a tarde de segunda-feira, dia 19 e manhã desta terça-feira, dia 20, pela Polícia Militar, em ações registradas no Maratana e no Bairro do Cruzeiro.

Quatro homens foram presos na tarde de segunda-feira, dia 19, no Maranata.

De acordo com o registrado, os policiais receberam informações que o quarteto estava vendendo drogas na Avenida Dino Manfredini e escondiam as drogas em um matagal na mesma calçada em que estavam.

Os policiais então foram até o local indicado e avistaram os denunciados, abordando-os e identificando-os como Pedro Lopes de Souza, de 57 anos, o “Pedrinho Tatuagem”, com quem foram encontrados R$ 61,35, Lírio John Gomes Miranda de Souza, de 31 anos, que tinha consigo R$ 60,00, Hudson Felipe Paixão, de 18 anos, que tinha R$ 30,00 e Reinaldo Luiz Pereira, de 28 anos, que carregava R$ 57,00.

Os policiais vistoriaram o matagal nas proximidades e lá encontraram 4 porções maconha e 22 papelotes de cocaína.

Pedro assumiu a propriedade das drogas e disse que tinha mais em sua casa, para onde os policiais foram e encontraram mais 28 porções de maconha escondidas em um cano de PVC, no quintal.

Diante disto, os quatro foram levados para o Plantão Central, autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico e apresentados em audiência de custódia.

DROGAS NO CRUZEIRO
Já na madrugada de terça-feira, dia 20, Policiais Militares faziam patrulhamento pelo bairro do Cruzeiro e ao ingressarem na Rua José do Patrocínio avistaram um indivíduo entregando alguma coisa para o ocupante de um veículo que ali estava parado.

Assim que percebeu a presença da viatura, ele tentou fugir.

Os policiais o abordaram e o identificaram como John Lennon Rodrigues Ribeiro, de 26 anos e na revista pessoal, encontraram em sua mão um kit contendo 18 pedras de crack e no bolso de sua bermuda, R$ 39,00.

John Lennon confessou que estava traficando no local e que tinha mais drogas escondidas próximo de um arbusto, do outro lado da rua.

No local indicado por ele, os policiais localizaram mais dois kits contendo 43 pedras de crack. Assim, John Lennon recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão Central, autuado em flagrante por tráfico de drogas e apresentado em audiência de custódia.