Durante reunião, com autoridades e especialistas em segurança e trânsito, o Capitão PM Rafael Staboli Sanches, comandante da 1º Companhia da Polícia Militar de Bragança  Paulista, apresentou relatório que aponta demandas da 1ª Cia.

Entre as necessidades estão: reforço do efetivo, recursos para melhorias da rede elétrica, hidráulica e pintura, reforma de telhado e pátio e ampliação do prédio, em um investimento de cerca de R$ 350 mil.

“São necessidades urgentes”, frisou o capitão.

Durante a mesma reunião, o deputado Edmir Chedid sugeriu a integração das ações de fiscalização, promovidas pela Polícia Militar (PM) e pela prefeitura de Bragança Paulista, para identificação de veículos com documentação, multas ou Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasados.

“Existe no município grande número de veículos que não tiveram o IPVA recolhido”, afirmou o parlamentar.

Estima-se que a frota com IPVA atrasado no município seja de 25 a 30 mil veículos, o que equivale a um débito de R$ 18 milhões.

Em janeiro, as blitzes no município resultaram na apreensão de 50 carros e 45 motocicletas. “Todo dia, recebemos ocorrências de recolhimento de carros e motos sem IPVA pago”, ressaltou.

 

 

Esta intensificação de fiscalização também foi proposta pela administração anterior, de Fernão Dias. Em maio de 2016, o ex-prefeito anunciou a intensificação da fiscalização e que isto  seria efetuado inclusive com auxíliio dos equipamentos já implantados no Complexo Integrado de Segurança, Emergência e Mobilidade (Cisem), e de um equipamento de OCR móvel, capaz de ler as placas dos veículos e identificar os débitos.