O prefeito Jesus Chedid ignorou o pedido de 15% de aumento dos servidores municipais apresentando pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Bragança Paulista (SISMBUB) e enviou para Câmara Municipal na tarde desta terça-feira, 2, projeto de lei complementar concedendo 3% de reajuste.

O SISMUB  já havia realizado duas assembleias para tratar sobre o aumento no mês de abril e pedia 15% de reajuste, vale alimentação de  R$ 528,50, entre outros benefícios, mas a negociação simplesmente foi ignorada pela administração.

Os vereadores receberam o projeto na tarde desta quarta-feira, 2 e  aceitaram votar o reajuste em regime de urgência. Com isto, o projeto já deve ser apreciado na próxima semana.

O presidente do SISMUB, Carlos Alberto Martins de Oliveira, disse à reportagem do jornal on line Bragança Em Pauta, que a entidade repudia veemente essa conduta ditadora, que não negocia e restringe direitos. “Quando eram outros governos, tinham resposta para tudo nos altos da 102,1. Agora passam por cima dos direitos dos servidores como um rolo compressor.”, disse o presidente.



A justificativa da administração é que está “buscando a recuperação financeira do município e trabalhando para cumprir seus compromissos de forma a gerar bem-estar e melhores condições para a população”

Segundo nota da Divisão de Imprensa, “a Prefeitura está conseguindo equilibrar as finanças e efetivar os pagamentos em dia, ressaltando o respeito e o compromisso com o funcionalismo.”

Caso o projeto seja aprovado o reajuste de 3% será válido a partir do dia 1º de maio. A Prefeitura ressalta que 2,33% e referente a inflação e 0,67% de aumento real.

Além disto, o vale alimentação subirá para R$ 500,00. Este aumento equivale à 19,618%.

O projeto, que ainda deverá ser apreciado pelos vereadores, contempla 3 faltadas abonadas para o ano de 2019, desde que o servidor, não tenha faltas injustificadas.

Para a negociação de 2017/2018, a administração havia cortado as faltas abonadas. Na administração de Fernão Dias, os servidores tinham direito a 6 abonadas que podiam ser acumuladas e mais duas faltas de acompanhantes para filhos menores de idade e pais idosos.

Na visão do presidente do sindicato, a Prefeitura além de não negociar tirou direitos conquistados pelos servidores.

O reajuste é menor do que no ano passado quando Chedid concedeu 4,5% de acréscimo e apenas R$ 18,00 de aumento no vale alimentação, que na época foi para R$ 418,00.

O maior reajuste concedido aos servidores municipais nas duas últimas décadas foi de 20%, quando Chedid,  mesmo cassado em 2005, concedeu aumento aos servidores de 20%, que era um promessa de campanha de João Afonso Sólis (Jango), que assumiu a Prefeitura, logo em seguida.

 

 

6 Comentários

  1. na verdade nao podemos se conformar, mas de momento aceitar…afinal o vale alimentaçao supre parte do aumento…porem poderia ser mnelhor….vale ressaltar que a culpa pela defasagem do nosso salario mesmo e do fernao dias, incompetente, que nos deixou sem aumento em 2016, e anos anteriores deu merrecas tambem…esperamos para ver ano que vem..quanto as faltas abonadas tbm e injusto, mas compensamos doando sangue, e na primeira dor de cabeça atestado medico….pra isso a gente sempre da um jeitinho de descansar! posta ai ana!

  2. na verdade nao podemos se conformar, mas de momento aceitar…afinal o vale alimentaçao supre parte do aumento…porem poderia ser mnelhor….vale ressaltar que a culpa pela defasagem do nosso salario mesmo e do fernao dias, incompetente, que nos deixou sem aumento em 2016,sendo que neste ano a perda foi de 11% devido a infraçao que ficou neste indice! e nao foi corrigida! pelo senhor de barbas! e anos anteriores deu merrecas tambem…esperamos para ver ano que vem..quanto as faltas abonadas tbm e injusto, mas compensamos doando sangue, e na primeira dor de cabeça atestado medico….pra isso a gente sempre da um jeitinho de descansar! posta ai ana!

  3. 100% de acordo….porem com algumas obesrvacoes…infracao nao e inflacao kk… porem sinto saudade de joao afonso risoles….o jango…esse foi o cara e hj muitos sentem sua falta!!! pois entendem que ele misturava o politico com o humano, e com o ex funcionario publico que foi…e dava bingo pra nos! hj o que se ve e descaso…processos trabalhistas caloteados ou enrolados, falta de investimento e equipamentos, horas extras distribuidas a dedo para meia querem eles querem etc…alem de assedios diariamente nas secretarias….bertin que o diga kkk….PUBLICA AI ANA!

  4. eu pago imposto e nao aceito meu dinheiro indo pro bolso de guardas investigados pelo gaeco por formacao de quadrilha, corrupcao ativa e passiva, peculato etc….esquema forte das horascextras fantasma ai na guarda…pago imposto pra nosso turco dar de aumento pra quem trabalha…ainda bem que no meio da metalurgia somos valorizados e temos aumento descente…sou grato por assistir de longe certos absurdos no poder publico! mas tenho pena de meus amigos da prefeitura e sao muitos!

  5. eu pago imposto e nao aceito meu dinheiro indo pro bolso de guardas investigados pelo gaeco por formacao de quadrilha, corrupcao ativa e passiva, peculato etc….esquema forte das horascextras fantasma ai na guarda…pago imposto pra nosso turco dar de aumento pra quem trabalha…ainda bem que no meio da metalurgia somos valorizados e temos aumento descente…sou grato por assistir de longe certos absurdos no poder publico! mas tenho pena de meus amigos da prefeitura e sao muitos!

  6. Lamentável sequer abrir diálogo, mas não é novidade da atual administração. Desconsideram que em 2016 tivemos inflação nas alturas e reajuste ZERO.

Deixe uma resposta