A Prefeitura de Bragança Paulista interditou nesta quinta-feira, o Hospital Mantiqueira, antigo Hospital Unimed, no Lago do Taboão. Esta não é a primeira vez que isto acontece. Em outubro de 2013, o Hospital também foi interditado e ficou cerca de um mês fechado.

Segundo nota, da Divisão de Imprensa,  a interdição foi realizada pela Vigilância Sanitária e Divisão de Receita com o objetivo de garantir a saúde da população.

A interdição aconteceu um dia após uma vistoria no local onde ficou constatado que o hospital estava com razão social e CNPJ diferente, atendendo como Hospital São Pedro de Bragança. Esta empresa não possui licença na Vigilância Sanitária (VISA), o que o torna irregular, além de não possuir alvará de instalação.

Alem disto, ainda segundo a nota, durante a fiscalização foram encontradas outras irregularidades como falta
de profissionais (médicos e enfermeiros) e equipamentos, materiais vencidos, equipamentos sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entre outros.

O hospital foi lacrado, para garantir que nenhum paciente seja atendido. Além disso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi avisado para que nenhum paciente seja encaminhado ao local, devido à suspensão de novos atendimentos.

A Prefeitura informa ainda que os pacientes cujos convênios tinham como referência o Hospital Mantiqueira, podem procurar os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) do município, a Santa Casa de Misericórdia, localizada no Centro e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, situada na Vila Davi.