Presos do Centro de Ressocialização de Atibaia estão trabalhando nas ruas varrendo, cortando mato e limpando a cidade.

Segundo dados da Prefeitura de Atibaia, divulgados nesta quarta-feira, 11, desde o mês de março, a administração municipal conta com apoio, por meio de parceria com a Prefeitura, de reeducandos do Centro de Ressocialização Atibaia – CRATI, que auxiliam as equipes de conservação e limpeza da Zeladoria Municipal da cidade.

O CRATI conta, atualmente, com 180 internos e disponibiliza, para trabalhos além dos muros da entidade, cerca de
130 pessoas.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



 

A Coordenadoria de Cidadania da Prefeitura de Atibaia informa que a intenção do Programa de Alocação de Mão de Obra da Funap, com o qual o poder público municipal mantém convênio, é proporcionar trabalho remunerado para homens e mulheres detidos, preparando-os para a vida em liberdade, com reintegração, oportunidade e, ao mesmo tempo, sensibilizar a sociedade na contribuição para a redução dos índices de criminalidade e diminuição da reincidência.

Além do pagamento de um salário mínimo e seguro aos trabalhadores, a Prefeitura é responsável, segundo os termos da parceria, pelas máquinas e equipamentos (roçadeiras e outros) necessários para a realização dos serviços. Os chamados EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), para a segurança e proteção dos trabalhadores, que usam uniformes diferenciados, também são de responsabilidade da Administração Municipal.

Serviços de conservação e limpeza de Atibaia podem ser solicitados pelos munícipes pelo telefone 0800.77.33.996.

Em Bragança Paulista um convênio semelhante foi assinado entre a  Prefeitura, a Secretaria da Administração Penitenciária e a Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” – FUNAP para o fornecimento de mão de obra de egressos do sistema penitenciário/socialização. A assinatura do convênio aconteceu no dia 23 de abril deste ano e deste então, os presos do Centro de Ressocialização de Bragança também prestam serviços junto à Secretaria Municipal de Serviços.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *