caminhão roubado

Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou caminhão roubado que seria entregue em um terminal de cargas clandestino. A recuperação aconteceu na sexta-feira, 30, durante operação de combate ao crime, realizada na Rodovia Fernão Dias.

Conforme o apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta, o caminhão tinha sido roubado no mês de março de 2018.

O veículo seria entregue, de acordo com a polícia, no terminal de cargas clandestino da Rodovia Fernão Dias. Dois homens foram presos. O flagrante ocorreu na cidade de Atibaia.

A abordagem

Tudo aconteceu por volta das 15h20 quando os policiais realizavam uma operação e abordaram no km 47 um Hyundai Azera. O veículo de cor prata e placas de Piracicaba era conduzindo por um homem de 53 anos. Como passageiro, havia um motorista profissional de 52 anos.

Os PRFs abordaram o Hyundai Azera porque aquela era a segunda vez que ele passava pela operação em poucos minutos. .

Durante a entrevista inicial, os policiais relataram que os dois estavam bastante nervosos.

O passageiro chegou inclusive a apresentar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. A validade da carteira, não era a mesma que constava no sistemas de consulta da PRF.

Além disso, na bolsa do passageiro foi encontrada uma chave de um caminhão Volkswagen, a qual não soube explicar a origem. Foi então que os PRFs iniciaram buscas na região procurando algum veículo com tais características.

Em seguida, a  polícia encontrou um caminhão abandonado em um posto de combustível, no km 46 da Rodovia Fernão Dias.

Os policiais usaram as chaves encontradas na mochila do passageiro do Azera e conseguiram abrir o caminhão e dar partida.

Caminhão roubado é recuperado

No interior do caminhão, os policiais encontraram um dispositivo eletrônico inibidor do sistema de rastreamento do veículo. Este aparelho é conhecido como “jammer” ou “capetinha”.

Ao pesquisar informações sobre o veículo, os policiais descobriram que o caminhão tinha sido roubado no dia 7 de março.

Questionados sobre o caminhão roubado, motorista e passageiro, acabaram admitindo que o deixaram no posto com medo de que fossem abordados pela PRF.

Ainda segundo a dupla, o caminhão saiu de Piracicaba e tinha como destino o terminal clandestino de cargas da Rodovia Fernão Dias. Neste terminal ele seria entregue para uma pessoa desconhecida e que faria contato telefônico com eles assim que chegassem.

Os dois foram autuados em flagrante por receptação e uso de documento falso. Posteriormente foram recolhidos a cadeia e o caminhão devolvido ao dono.

Durante a mesma operação, a PRF conseguiu apreender, num caminhão Scania R440 de cor branca e placas de Barueri/SP. O caminhão transportava 2.740 litros de cachaça sem nota fiscal. Além disso, a cachaça era transportada no mesmo compartimento onde estavam galões vazios, mas com resíduos de produtos químicos, o que não é permitido pela legislação sanitária.

Questionado, o motorista disse que a carga, que vinha de Minas Gerais, seria entregue em São Paulo.

Após a apreensão da carga, o motorista foi liberado para responder criminalmente em liberdade pelos crimes fiscal e ambiental.

 

Deixe uma resposta