Procon fiscaliza preços abusivos em dois supermercados de Bragança

Na tarde de quinta-feira, 24, o Secretário de Defesa do Consumidor do Estado e Diretor do PROCON-SP, Fernando Capez, acompanhado do Coordenador Regional do Procon Campinas, Alahyr F. Cruz Júnior, e da Coordenadora do Procon de Bragança Paulista, Tatiana Rodrigues, fiscalizou preços abusivos em dois estabelecimentos comerciais de Bragança Paulista.

A Prefeitura não divulgou o nome dos estabelecimentos fiscalizados.

VEJA TAMBÉM:

Prefeitura libera barracas de roupas nas feiras livres
Arrastão de limpeza acontece em 8 bairros dia 25

Doe ´R$ 10,00 para ABCC e ganhe uma máscara ou um livro

De acordo com a Prefeitura, o PROCON notificou ambos supermercados. Sendo assim, os supermercados têm prazo de 15 dias para apresentar notas fiscais dos produtos para a Regional de Campinas, justificando os preços elevados do arroz, óleo e leite.

Fernando Capez ressalta, aliás, que o foco total das fiscalizações são nos produtos da cesta básica. “A população não pode ficar sem alimentação por conta das práticas especulativas dos fornecedores”, disse.

A expectativa da população, no entanto, era que além de grandes supermercados, o Procon visitasse também pequenos mercados de bairro onde há relatos de moradores de abusos nos preços.

Procon fiscaliza preços abusivos em dois supermercados de Bragança
Fotos: Prefeitura de Bragança Paulista
Denúncias

O consumidor que tenha adquirido um produto com preço abusivo deve guardar a nota fiscal e denunciar nos telefones (11) 4034-7049/4034-7084. Todas as informações são repassadas do PROCON Bragaça para a Regional de Campinas.

“Desde o início da pandemia, já foram fiscalizados mais de 10 mil estabelecimentos em todo estado. Só nesta segunda fase, já foram 400 estabelecimentos, e hoje, eu começo a acompanhar a fiscalização no interior, iniciando por Bragança Paulista e indo em todas as outras cidades”, disse o Secretário de Defesa do Consumidor do Estado e Diretor do PROCON-SP, Fernando Capez.

O Procon-SP disponibiliza canais de atendimentos a distância para intermediar conflitos e orientar os consumidores. O interessado deve baixar o aplicativo nas plataformas Android ou iOS. Também pode entrar em contato com o PROCON, aliás, via redes sociais, marcando @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento. Já no site, o internauta deve acessar o endereço www.procon.sp.gov.br e em seguida, clicar no botão “Faça sua reclamação” para acessar a área de login e se cadastrar.

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta