A Samsung definiu os 20 semifinalistas da sétima edição do Prêmio Respostas para o Amanhã e Bragança Paulista teve um projeto escolhido.

A iniciativa da Samsung, desafia alunos, bem como professores da rede pública a desenvolverem soluções para problemas locais com experimentação científica e tecnológica por meio da abordagem STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Alunas do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), do campus de Bragança Paulista, tiveram o projeto “Waste Not”  selecionado pela empresa.  O projeto consiste em desenvolver um aplicativo móvel com conteúdo selecionado sobre reaproveitamento de alimento orgânico.

Waste Note

A equipe é formada pelas estudantes Lavínia Vitória Guazzi Alves, Vanessa Cypriano de Souza Cavallaro, Livia Melo Alves de Morais, Lohayne Muriel Batista Bueno e Larissa Farias de Morais.

Elas estão no 3º ano do curso Técnico Integrado em Informática do IFSP de Bragança Paulista.

O aplicativo incentiva a realização de compostagem orgânica com o desenvolvimento de uma composteira tecnológica doméstica, combinada com um dispositivo de controle de temperatura, desenvolvido em uma plataforma Arduíno, que se comunicará com o aplicativo “Waste Not”.

As alunas contaram com orientação das professoras de biologia, Ana Cristina Gobbo César e de programação Talita de Paula Cypriano de Souza.

De acordo com Talita, o  aplicativo pretende agregar outras informações importantes, como por exemplo, a venda de produtos relacionados à jardinagem e compostagem na plataforma pelos próprios usuários, criando uma comunidade focada no empreendedorismo sustentável.

Respostas para o Amanhã

No Brasil desde 2014, o programa Respostas para o Amanhã. é uma iniciativa da área de Cidadania Corporativa da Samsung  e conta com a coordenação técnica do CENPEC Educação.

Este ano o programa mobilizou 1749 estudantes. Além disso, envolveu 997 professores e 303 escolas públicas diferentes.

Foram inscritos 521 projetos, sendo 202 (38,8%) da região Sudeste, 174 (33,4%) do Nordeste, 81 (15,5%) do Norte, 37 (7,1%) do Centro-Oeste, bem como 27 (5,2%) do Sul.

Os temas mais explorados foram educação, infraestrutura urbana ou rural (com soluções para mobilidade e acessibilidade) e saúde (projetos envolvendo bem-estar, alimentação e combate à fome).

Agora, os 20 contemplados como semifinalistas contarão com o apoio de mentoria online para o desenvolvimento da proposta. Em outubro, serão anunciados os 10 finalistas, que receberão mentoria online para o desenvolvimento dos protótipos. Dessa forma,  os vencedores nacionais e por júri popular serão conhecidos em novembro.

Confira os 20 projetos semifinalistas da 7ª edição do Prêmio “Respostas para o Amanhã”:

IEMA – Unidade Plena Itaqui-Bacanga
Água: Solução que vem do céu, mas as ideias estão no chão
São Luís (MA)

Escola de Referência em Ensino Médio de Ipojuca
Análise do efeito de plantas medicinais para a produção de Biorepelente em difusor elétrico e larvicida orgânico no combate a mosquitos hematófagos
Ipojuca (PE)

EEMTI Marconi Coelho Reis
BAP: Biocompósito para Adsorção de Poluentes
Cascavel (CE)

EE – Centro Estadual de Educação Profissional do Campo Milton Santos
Biomassa de banana verde: uma alternativa para produção de embalagens biodegradáveis
Arataca (BA)

EEEP Marta Maria Giffoni de Sousa
Bioquitina
Acaraú (CE)

EEM Ronaldo Caminha Barbosa
CapSeed: Revestimento de Sementes com Goma Sustentável
Cascavel (CE)

EE Brandão de Amorim
Comunicação sustentável: adesivo, reutilização de óleos lubrificantes, calafeto de embarcações e uma solução de descarte de lixo nas comunidades locais
Parintins (AM)

EE Nossa Senhora de Nazaré
Máscara Canguru: uma alternativa no combate à Covid-19
Manacapuru (AM)

IFPE – Campus Recife
Materiais a base de grafeno sintetizados eletroquimicamente para remoção de corantes têxteis usados no polo de confecção do Agreste Pernambucano
Recife (PE)

EE Prof. Ernani Rodrigues
Niara: Intervenção escolar com Inteligência Artificial. Uma possibilidade de auxílio ao ensino de crianças autistas.
Assis (SP)

CAE Adroaldo Colombo
Reflorestamento utilizando minifoguetes: Pitanga e Ipês
Palotina (PR)

IFSUL – Campus Venâncio Aires
Reúso Racional da Água (RRA)
Venâncio Aires (RS)

Escola Dario Gomes de Lima
Revestimento em ovos de granja a partir do amido do arroz vermelho
Flores (PE)

EEM Júlia Alenquer Fontenele
TAAPDV: Tecnologia Assistiva Acessível para Pessoas com Deficiência Visual
Pindoretama (CE)

EE Tristão de Barros
Telha térmica a base de materiais recicláveis: uma alternativa as moradias do sertão de Currais Novos/RN
Currais Novos (RN)

IFCE – Campus Cratéus
Uso de quitosana como biocoagulante para o tratamento de águas de alta turbidez
Cratéus (CE)

EEEP Edson Queiroz
Vespertílio 01- robô semeador para a agricultura familiar
Cascavel (CE)

IFSP – Campus Bragança Paulista
Waste Not
Bragança Paulista (SP)

EE Professor Sebastião de Oliveira Rocha
Clube de Ciências Meninas nas Exatas – Projeto JADes – Juntos Acabaremos com desperdício
São Carlos (SP)

IFSP – Campus Campinas
STEAM na prática: água tratada para todos
Campinas (SP)

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe uma resposta