O projeto de ensino “Física no Fusca”, de autoria do professor bragantino Fred Zenorini, acaba de ganhar um canal no Youtube (youtube.com/fisicanofusca).

O canal visa complementar a série de materiais didáticas que vem sendo desenvolvida pelo professor para ampliar as possibilidades de ensino, contextualizando a Física e conectando-a com situações reais com o propósito de promover um engajamento cada vez maior dos estudantes no aprendizado.

Para Fred Zenorini, em um momento onde vêm sendo discutidas mudanças nos Ensino Médio, como a Base Nacional Comum Curricular (a BNCC), iniciativas inovadoras de ensino se tornam cada vez mais necessárias, tendo em vista que os grandes vestibulares e o ENEM, cuja prova de Ciências Naturais será no próximo domingo, 11, também estão caminhando na direção de cobrar dos candidatos situações-problema conectadas à realidade.

Em entrevista à reportagem do jornal Bragança em Pauta, o professor explicou a importância e o  intuito do canal.

“Quando comecei a trabalhar com o projeto Física no Fusca, a ideia era aproximar os estudantes dos conceitos da Física, usando nas aulas um fusca de verdade (o Trovão Azul) como recurso didático. Ainda hoje trabalho com o Trovão para mostrar para meus alunos as áreas da Física na prática, como a Termodinâmica do funcionamento do motor, ou a Segunda lei de Newton empurrando o carro”, disse.

O professor lembra que em 2016, depois de realizar uma pesquisa com diversos estudantes, lançou o aplicativo/game “Física no Fusca – Volume 1: gravidade”.

“Foi quando começamos a pensar no projeto no mundo digital”, disse.

No início do ano, Fred Zenorini começou a trabalhar como revisor de Física no projeto Youtube Edu, uma plataforma de vídeos educacionais criadas pelo Google em parceria com a Fundação Lemann, onde estudantes e professores podem ter acesso gratuito a conteúdos educacionais de qualidade.

“A partir de um encontro internacional que participei em setembro, no Rio, o Youtube EduCon, conheci muitos colegas que produzem conteúdos muito interessantes nos seus canais de vídeo. E foi assim que veio a inspiração para criar o canal e levar a proposta do Física no Fusca, que é ensinar Física de forma divertida, prática e contextualizada, para o Youtube”, disse.

Assista o primeiro vídeo “As energias do Trovão”

Gostou? Compartilhe a informação com seus filhos, ou seus colegas que nem sempre conseguem entender alguns conceitos da física e que podem ter o canal como estímulo.

Para saber mais acesse:

fisicanofusca.com.br
youtube.com/fisicanofusca/
facebook.com/fisicanofusca

 

Deixe uma resposta