A Secretaria Municipal de Serviços desativou uma quadra de malha no entorno das Praças Saturnino Paccitti e Joaquim da Silva Franco, no Jardim Júlio de Mesquita.

A medida foi tomada após uma reunião no bairro e os moradores, realizada no final do mês de outubro e segundo informações da Divisão de Imprensa, eles apresentaram  inclusive um abaixo assinado solicitando a demolição do local.

Tudo isto, porque segundo so moradores, a quadra, só  estava servindo para  acúmulo de materiais e utensílios, colchões, cobertores, tapumes, entre outros pertences de pessoas em situação de rua que utilizam a quadra de malha, situada nas praças, como abrigo.

Além disto, segundo os moradores há uso de drogas no local, consumo excessivo de álcool e até mesmo de prostituição, e segundo a própria Divisão de Imprensa da Prefeitura,  nos últimos meses o problema vem se agravando.

A demolição teve início na terça-feira, dia 7.

COMO É QUE É?

Isto mesmo, ao invés de investir em práticas esportivas, reformar o local e desenvolver trabalhos sociais para coibir o uso do local pelos moradores de rua e usuários de drogas, além de intensificar ações de segurança no local, a Prefeitura, assumiu em seu release que os problemas estão aumentando nos últimos meses e optou por destruir a quadra.

Este não é o primeiro equipamento esportivo que é simplesmente demolido por esta administração.

No início do mês, no Jardim Califórnia, uma quadra de areia também foi destruída. na Rua Ernesto Lo Sardo.

A quadra era usada por jovens e adolescentes principalmente nos finais de semana e final de tarde. Moradores procuraram o Bragança Em Pauta para reclamar que enquanto o equipamento de lazer foi destruído, o local continua servindo como ponto de encontro para usuário de drogas e que nada é feito.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *