Eduardo Alves da Silva, de 36 anos, caiu de uma altura de cerca de 9 metros, do camarote da Festa do Peão de Bragança Paulista, durante a madrugada de domingo, 15, por volta de 1h durante a realização da 53ª Expoagro e 26ª Festa do Peão, no Parque Dr. Fernando Costa, mais conhecido como Posto de Monta.

Havia no momento do acidente cerca de 1500 pessoas no camarote e o evento continuou normalmente, segundo o registrado no Plantão Central pela empresa BBR Estruturas e Eventos.

Mais de 12 horas após o incidente registrado nos camarotes  nem a Prefeitura de Bragança Paulista, nem a Comissão Organizadora da Festa se manifestaram oficialmente sobre o assunto.

As 15h26, à assessoria de imprensa da empresa Viva +Entretenimento  encaminhou nota a imprensa informando que: “assim que a empresa organizadora tomou conhecimento do fato, a vitima foi imediatamente socorrida no pronto atendimento do evento e encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia de Bragança Paulista”.

Além disto, ainda segundo a nota, “uma pessoa responsável da empresa organizadora foi designada ao local para prestar todo o suporte necessário e inclusive transferiu imediatamente a vitima para o atendimento particular”.

A Viva + Entretenimento, responsável pela festa, lamentou o ocorrido e informou que está acompanhando o caso de perto e dando todo o suporte necessário para a vitima e seus familiares.

Este é o segundo ano consecutivo que acontece um acidente no camarote do Posto de Monta.

Conforme o apurado pela reportagem, Alessandra dos Santos, responsável pela empresa BBR Estruturas e Eventos, que tem sede em Paulínia,  declarou no Plantão Central da Polícia Civil, que foi acionada por seguranças do evento a fazer manutenção no piso do camarote do último andar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Ela disse na delegacia que foi até o local e retirou a placa de piso do camarote de numero 299 para substituí-la e quem em questão de 5 minutos, aconteceu o acidente.

A responsável pela empresa, alegou ainda que o local foi isolado por três seguranças e alguns bombeiros civis mas que não foi isolado com fitas zebradas ou algo do tipo e que foi  justamente neste intervalo para manutenção que aconteceu o acidente.

O caso deverá ser investigado através de inquérito policial. Consta inclusive no boletim de ocorrência, que o crime resulta de inobservância de regra técnica da profissão.

A esposa da vítima, na delegacia informou que ela o marido estavam no local, quando até viu algumas pessoas nas proximidades do camarote sem pisto, mas que ele passou e então caiu.

A vítima foi socorrida por bombeiros civis com ajuda do chefe da Divisão de Segurança da Guarda Civil de Bragança Paulista, Alexsandro Olegário da Silva  e outros guardas à Santa Casa.

O caso foi registrado como Lesão Corporal Culposa.

A Viva + Entretenimento informou ainda que haverá uma reunião hoje no final da tarde com as equipes de segurança e  técnica para maiores esclarecimentos sobre o ocorrido.

Ainda segundo informações da empresa, uma vistoria foi realizada hoje de manhã no local pela Polícia Civil e Prefeitura de Bragança Paulista, sendo que a estrutura foi aprovada para continuidade do evento, que se encerra hoje, 16, com show de Henrique e Juliano.

 

 

 

Deixe uma resposta