tarifa de ônibus sobe

O reajuste de R$ 3,70 para R$ 4,20 na tarifa de ônibus em Bragança passa a valer a partir de domingo,6. O Jornal Bragança Em Pauta, já havia anunciado que depois de 34 meses a tarifa sofreria reajuste em 2019.

O anúncio foi feito pelo prefeito Jesus Chedid, às vésperas do Natal, conforme mostra o vídeo.

A Prefeitura de Bragança Paulista divulgou na manhã desta quinta-feira, 3, uma nota sobre o assunto. Na nota, a Prefeitura informa que o reajuste foi autorizado “após a minuciosa análise da planilha de estudo tarifário”.

Esta planilha detalha os custos do sistema e conta com a finalidade de garantir equilíbrio financeiro do serviço. Com o equilíbrio, o que a administração espera é que haja qualidade no serviço prestado.

A Empresa Nossa Senhora de Fátima solicitava que a tarifa fosse para R$ 4,84. O aumento foi autorizado, mas não no valor solicitado e sim para R$ 4,20.

O último reajuste na tarifa tinha sido dado no dia 4 de fevereiro de 2016, ainda na administração de Fernão Dias. Na época a passagem foi para R$ 3,70.

A Prefeitura deverá fixar o valor da passagem em R$ 4,20 por decreto do executivo. Em nota, a Prefeitura informou que a publicação deve ser feita na sexta-feira, 4. O preço passa a valer então a partir da zero hora do dia 6 de janeiro.

Com a palavra a Prefeitura

Em nota, a Prefeitura ressalta que o novo valor ainda mantém Bragança com a tarifa mais baixa se equiparada com os valores já praticados em cidades de igual porte na região. “O preço da tarifa em Mairiporã é R$ 4,45, Franco da Rocha e Caieiras é R$ 4,35”, informa a Prefeitura.

Ainda na nota a Prefeitura de Bragança Paulista compara o valor da passagem com Valinhos e Hortolândia onde são cobrados R$ 4,20 e Vinhedo onde a passagem custa R$ 4,30. “Na grande São Paulo o valor praticado desde o início de 2018 também é acima. Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, Barueri, Jandira e Carapicuíba cobram tarifa de R$ 4,35. Neste início de ano a cidade de São Bernardo reajustou sua tarifa para R$ 4,75 e Itapevi e Osasco para R$ 4,50.” justifica a Prefeitura de Bragança.

Ainda através da Divisão de Imprensa, o prefeito Jesus Chedid informou que congelou o preço da passagem em 2017, assim que assumiu a Prefeitura “em razão da fiscalização feita de forma emergencial pela Prefeitura”.  E que a  fiscalização encontrou na época, “carros sem condições de circulação”, sendo alguns inclusive apreendidos.

“A Prefeitura vem exigindo a melhoria nas condições dos veículos e na prestação do serviço em geral, o que fez com que a Empresa Concessionária adquirisse mais 42 ônibus seminovos e 06 ônibus Zero Km, mantendo a frota em operação dentro da idade média exigida”, disse.

Ainda em cumprimento às solicitações da Prefeitura, a empresa implantou canais de atendimento à população que pode utilizar do telefone (11) 4882-9400 ou do e-mail [email protected] para fazer suas sugestões ou reclamações.

Renovação do contrato

Além de anunciar o reajuste da passagem, a Prefeitura anunciou também que prorrogará o contrato com a empresa. A prorrogação do contrato com Empresa Nossa Senhora de Fátima Auto Ônibus Ltda foi assinado em 1999. O contrato se encerraria em janeiro. O mesmo, entretanto, será prorrogado por mais um ano ou até que se conclua nova licitação dos serviços.

Um edital para contratação de nova empresa para executar o serviço deve ser lançado ainda este ano.

A licitação será baseada na Lei Complementar 854/18, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Jesus Chedid. Ela atualizou e modernizou a concessão do transporte coletivo no município, para garantir a adequação às diretrizes de mobilidade urbana.

 

Deixe uma resposta