Dois dias após a publicação da entrevista do pré-candidato Jesus Chedid no Bragança em Pauta, o clima esquentou nos bastidores da política bragantina.

Renato Frangini, que exerceu o cargo de prefeito durante menos de um mês em 2013, teria anunciado  que deixou o Democratas, do grupo Chedid.

Frangini que foi vereador por duas vezes, entre 1989 e 1992 e entre 2001 e 2004, ficou em segundo lugar nas eleições de 2012, perdendo de Fernão Dias por apenas 21 votos, umas das eleições mais apertadas da história do município.

12321136_469399589930589_284076445160925560_n12650979_487720191431862_7657481509165743913_n

Ele era cotado por muitos  como candidato natural do grupo Chedid e em sua página no facebook é possível encontrar várias fotos de eventos, jogos, feiras, e festas até o mês passado, onde sempre sorridente, posava ao lado de vereadores do grupo e cumprimentava a população, ações que são costumeiramente feitas durante pré-campanha e campanha.

A reportagem tentou entrar em contato com o médico a fim de apurar quais são seus planos para o futuro, se já tem outro partido ou não, se pretende buscar um partido que lhe de espaço para uma candidatura a prefeito mas não obteve retorno.

Não é a primeira vez que Frangini deixa o grupo Chedid. Em 2008, quando era filiado ao Partido Verde, apoiou Gustavo Sartori.  Ele estava filiado ao Democratas desde 2011

Na página do facebook do radialista Cláudio Moreno, que também foi candidato pelo grupo na última eleição, a saída de Frangini foi confirmada.  Na nota Cláudio Moreno informa que a saída aconteceu após o anúncio da pré-candidatura de Jesus e finaliza com declaração de Frangini. “Não quero atrapalhar a candidatura do Jesus”.

O anúncio da pré-candidatura de Jesus Chedid  foi feito durante reportagem publicada pelo Bragança em Pauta, onde Chedid disse que tem condições de saúde para enfrentar uma campanha e não tem problemas jurídicos que impeçam sua candidatura.