Réveillon em Bragança: material de obra gera preocupação

Mesmo com as obras no Lago do Taboão, a Prefeitura de Bragança Paulista decidiu fazer a festa de Réveillon no local, como de costume.  Acontece que os materiais usados na obra, geram preocupação.

Segundo o divulgado pela Prefeitura de Bragança Paulista, quando anunciou que a festa seria no local, a empresa responsável pela obra faria a completa limpeza da obra, retirando materiais perigosos.

Isto não aconteceu.  Na tarde desta terça-feira, 31, por volta das 14h, a reportagem flagrou às margens do Lago do Taboão, guias e paletes (pedaços de madeira), espalhados pelo entorno de onde o show acontecerá.

Parte do material foi coberto

Ao invés de ser retirado, parte do material foi apenas coberto com lona preta, o que gera preocupação, já que em caso de confusão e tumulto podem ser transformados em verdadeiras armas. Embora parte do material seja de guias pesadas também há bloquetes e paletes. Atrás do palco, onde o número de pessoas circulando é menor, o material sequer coberto foi e permanece espalhado ao chão.

A própria Prefeitura de Bragança Paulista estima que 25 mil pessoas participem da Festa da Virada no Lago do Taboão. Ou seja, o local reunirá uma grande concentração de pessoas. Objetos bem menores, como garrafas e copos de vidro foram justamente  proibidos para evitar transtornos.

Em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, a assessoria de imprensa informou que cabe à Prefeitura de Bragança Paulista cuidar para que o evento tenha condições de ser realizado no local escolhido. Nem a Polícia Militar ou o Corpo de Bombeiros são responsáveis por fiscalizar a retirada destes materiais dali, afim de garantir a segurança dos cidadãos.

Vale lembrar, que durante o ano, por questões de segurança a arquibancada do Estádio do Bragantino chegou a ser interditada pela Polícia Militar por questões de segurança. O local passou por algumas obras e na época a PM e o Corpo de Bombeiros entenderam que elas atrapalhava as rotas de fuga em caso de emergência.

No caso da Festa da Virada parte dos materiais, como algumas tábuas foram isolados com tapumes. No entanto,  a altura dos materiais ultrapassa a proteção e podem ser facilmente retirados do local.

Parte do material foi isolado

Além da Guarda Municipal, que como de costume irá atuar no local, a Festa da Virada deve contar ainda com seguranças particulares contratados pela Prefeitura, para garantir a segurança da população.

O evento tem início às 21h com apresentação de DJ. A cantora Leci Brandão sobe ao palco a partir das 22h e após a contagem regressiva quem faz a festa é a Banda Mont Serrat. Vale lembrar que a queima de fogos, será silenciosa.

Deixe uma resposta