O vereador Padre Juzemildo, autor do projeto de resolução que revoga o aumento de salários para os vereadores a partir de 2017, está conclamando a população para participar da sessão da Câmara Municipal que acontece nesta terça-feira, dia 10, a partir das 16h.

O vereador acredita que com a força popular conseguirá adesão de mais vereadores a fim de revogar o aumento de cerca de 70%.

O aumento foi autorizado no final de 2015, durante a última sessão do ano, pelos próprios vereadores.

Por enquanto o vereador Juzemildo conta com apoio dos vereadores Marcus Valle, Fabiana Alessandri, Valdo Rodrigues, Quique Brown, Rita Valle e Rafael de Oliveira.

Vale lembrar que quando o aumento foi aprovado, apenas Marcus Valle se posicionou contrário ao mesmo.

A ideia de revogação surgiu a partir do momento que o prefeito Fernão Dias, não concedeu reajuste aos funcionários públicos, que lotaram o plenário para protestar contra a falta de aumento.

Sobre o fato de ter votado, a princípio, a favor do aumento, o vereador explica que se arrepende.

“Votei muito mais por coleguismo. Mas nunca me senti confortável. Confesso que no dia que apresentei o projeto de revogação, foi a noite que dormi melhor na minha vida. Nós temos que revogar.”

Juzemildo informou que além dele e dos outros seis vereadores que já se manifestaram nas comissões pela revogação do aumento, espera que o público compareça em grande número ao plenário e cobre dos vereadores um posicionamento a fim de que a revogação possa sair.

Para que o aumento seja cancelado é necessária que a maioria absoluta dos vereadores vote favorável a revogação, ou seja, são necessários 10 votos. Hoje, Juzemildo conta com apoio declarado de apenas mais seis vereadores, o que não seria o suficiente.

“É a população que vai cobrar do vereador uma posição. O funcionalismo que teve zero por cento de reajuste precisa cobrar uma posição da Câmara também e questionar: para nós zero e para vocês 67%?”

Sobre a sessão começar às 16h, horário em que muita gente ainda está trabalhando e não pode participar das discussões, o padre ressaltou que espera que isto não atrapalhe, lembrando que quando há grande interesse público nos projetos a população se organiza e tem lotado o plenário.

“O interesse na discussão deste projeto é muito maior.  Espero que a população esteja atenta e participe e cobre dos vereadores uma posição. Se a população em peso for e cobrar o voto nós poderemos ter êxito”.

Além do aumento dos vereadores na última sessão de 2015, também foi aprovado aumento para o futuro prefeito ou prefeita, vice e secretários.

Juzemildo explicou que o seu projeto não prevê a revogação destes aumentos.

“Isto depende do prefeito. Estou conversando com ele sobre esta possibilidade. Claro que aprovando a redução, a revogação na Câmara fica muito mais tranquilo para o prefeito revogar. O prefeito admite esta possibilidade, mas não posso afirmar que vai acontecer”.