Conforme novo boletim do coronavírus divulgado pela Prefeitura de Bragança Paulista subiu para 54 o número de casos investigados no município. Até domingo eram 48 casos.

Ao todo, até agora foram feitas 69 notificações. Destes,10 casos foram descartados e 5 confirmados por convênio.

Dos oito novos pacientes com suspeita de Covid-19, sete tem menos que 60 anos. Destes sete pacientes cinco são mulheres e tem 23, 36, 36, 42, 58 anos. Já os dois homens tem 20 e 36 anos. O único com idade superior é um senhor de 63 anos.

Dentro dos 54 casos em investigação, vale lembrar que quatro pacientes morreram, sem os resultados dos exames.

MORTES SUSPEITAS

A primeira morte foi registrada no dia 20/03. Um idoso de 75 anos, teve contato com outro paciente de outra cidade e no dia 12/03 apresentou sintomas gripais como febre e dificuldade de respirar. Ele procurou por atendimento médico no dia 19/03, no Hospital Universitário São Francisco – HUSF.

A segunda morte considerada suspeita aconteceu no dia 21/03. Um idoso, de 60 anos, chegou a ser internado no dia 18 com pneumonia. No dia 20 ele teve alta médica, mas no dia seguinte voltou para o hospital com sintomas gripais como febre e dificuldade para respirar e faleceu no mesmo dia no Complexo Hospitalar Santa Casa.

A terceira trata-se de um homem, de 69 anos, que estava internado na Santa Casa e faleceu na tarde de quarta-feira, 25/03.

A quarta vítima é um homem, de 39 anos, que sofreu uma queda de moto no dia 10/03 e que na oportunidade procurou atendimento na Santa Casa. Ele foi liberado, mas no dia 19/03 voltou para o hospital com dores na fratura. Foi então que o rapaz teve também um quadro de pneumonia sendo liberado do hospital no dia 23/03.

Na quinta-feira, 26, no entanto, ele apresentou dificuldades para respirar, chegou a ser internado de novo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) mas não resistiu e faleceu. O caso foi então notificado como caso suspeito de coronavírus.   Parentes dos familiares onde o rapaz trabalhava chegaram a registrar um boletim de ocorrência sobre o caso.

TESTES RÁPIDOS

Durante seu pronunciamento na manhã de segunda-feira, 30, Marina de Fátima Oliveira disse que contratou testes rápidos para atender prioritariamente profissionais da saúde, bem como pessoas internadas com quadro grave. Acrescentou que foi colhido material do último paciente que acabou falecendo, o que deve agilizar o resultado do exame. Já quanto aos outros, será necessário aguardar exames do Instituto Adolfo Lutz.

DIGA NÃO PARA AS FAKENEWS!

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse:https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Não compartilhe informações não confirmadas e de fontes não confiáveis! Neste momento de pandemia, o jornalismo de verdade é mais uma ferramenta contra este vírus.

Quer receber notícias pelo celular acesse:  https://chat.whatsapp.com/CxVBfj7gj2X0nPqzfJbP1v

[uam_ad id=”37841″]

Deixe uma resposta