Se você sonha em ser policial militar fique atento.

As inscrições para o concurso que selecionará 2.700 soldados para a Polícia Militar do Estado de São Paulo começaram às 10 horas de quinta-feira,  22, e vão até o dia 23h59 do dia 19 de abril.

Já se o seu sonho é ser delegado da Polícia Civil, as inscrições para o concurso que selecionará 250 delegados começará às 10h do dia 4 de abril.

Concurso para PM

A remuneração inicial do soldado de 2ª classe da Polícia Militar é de R$ 3.049,41, incluindo o salário-base e os adicionais de Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e de insalubridade. Para se candidatar a uma vaga é preciso ser brasileiro e ter idade entre 17 e 30 anos.

As mulheres precisam ter altura mínima de 1,55 metro e os homens, de 1,60 metro.

Entre outros requisitos, ainda é necessário ter concluído o Ensino Médio e ter carteira de habilitação para automóveis, além de outros termos dispostos no edital.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A missão do soldado envolve a repressão às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana.

Os aprovados em todas as etapas do concurso ingressarão no curso técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública da Escola Superior de Soldados (ESSd).

Após esse período de estudos, serão enviados aos batalhões de todo o Estado de São Paulo.

Ao todo, serão contratados 2,7 mil policiais militares

Concurso para delegado

As inscrições para o concurso par adelegado só abrem às 10h do dia 4 de abril. A abertura do processo seletivo foi autorizada pelo governador Geraldo Alckmin em novembro do ano passado e o edital foi publicado nesta sexta-feira,23, no Diário Oficial.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo site da Vunesp (www.vunesp.com.br). A taxa é de R$ 84,81 e o período de cadastro termina às 23h59 do dia 2 de maio de 2018.

A remuneração inicial é de R$ 9.507,77, incluindo a soma dos valores do salário-base, da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e do Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ).

Para concorrer ao cargo, é preciso ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto da igualdade entre brasileiros e portugueses.

O candidato deve ter diploma de bacharel em Direito e precisa comprovar que exerceu no mínimo dois anos a atividade jurídica ou dois anos de efetivo exercício de cargo de natureza policial civil, anteriormente à publicação do edital.

É necessário, também, não registrar antecedentes criminais, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, ser habilitado para condução de veículos automotores, entre outros requisitos que constam no edital.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *