Lei Maria da Penha

Um homem de 27 anos foi preso após uma tentativa frustrada de reatar relacionamento. Depois de ele ouvir um não, o caso acabou em agressão e prisão.

Conforme o apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta,  a Guarda Civil Municipal foi acionada no final da tarde de sexta-feira, 11, para comparecer à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila David.

Quando lá chegaram conversaram com um mulher, vítima de agressão.

Ela relatou aos guardas que seu ex-namorado, um homem de 27 anos, foi até sua casa no bairro Henedina Cortez para conversar. Ele pretendia reatar o relacionamento, porém, após alguns minutos de conversa eles começaram a discutir.  Durante a discussão, segundo a vítima eles acabaram se agredindo mutuamente e o rapaz foi embora.

Algum tempo depois, no entanto, ele voltou. A mulher entrou no carro para que pudesse conversar, mas acabaram novamente se desentendendo e ele a agrediu com uma cotovelada.

A vítima desmaiou e quando voltou a si já estava na casa do agressor. O rapaz percebeu que a ex não estava plenamente recuperada e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ele chegou inclusive a acompanhá-la ao hospital.

O homem foi então detido e conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil. Lá ele foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa – violência doméstica – e apresentado em audiência de custódia.

Para preservar a vítima, o Jornal Bragança Em Pauta adotou como linha editorial a não divulgação do nome do agressor.

Um outro flagrante da Lei Maria da Penha foi registrado no sábado, 12, na Vila Bianchi. Para saber mais basta clicar no link: https://bragancaempauta.com.br/homem-e-preso-acusado-de-violencia-domestica/

Caso você ouça uma mulher pedido por socorro não se omita. Em briga de marido e mulher é preciso meter a colher. Denuncie no 190 da Polícia Militar ou no 153 da Guarda Municipal.