Nesta quinta-feira, dia 15, o vereador Luiz Sperendio, que tenta a reeleição teve o recurso referente ao registro de sua candidatura julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Sperendio teve sua candidatura impugnada em Bragança Paulista e recorreu da decisão.

O pedido de registro foi julgado novamente e os desembargadores do TRE, assim como o juiz eleitoral de Bragança Paulista, Rodrigo Sette Carvalho,  entenderam que ele está inelegível, devido a uma condenação por improbidade administrativa.

Vale destacar que o candidato ainda pode recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que, enquanto isto, pode continuar normalmente sua campanha.

O relator do caso junto ao TRE, foi o juiz Silmar Mendes, que também está analisando os recursos relacionados as candidaturas de Beth Chedid, Jesus Chedid e Amauri Sodré, bem como a candidatura de Renato Frangini.

Vale lembrar que com relação às candidaturas de Beth Chedid e Renato Frangini, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), se manifestou pelo desprovimento dos recursos. Ou seja, se manifestou a favor da decisão proferida em Bragança Paulista, de que eles estão aptos a seguir a campanha.

Já com relação à Jesus Chedid e Amauri Sodré, a PRE se manifestou contrária a decisão do juiz Rodrigo Sette Carvalho.

Tanto no caso de Beth Chedid e Frangini, em que os pareceres são pelo desprovimento do recurso, como no caso de Jesus Chedid e Amauri os processos devem ir a votação em plenário. Independente da decisão no TRE, cabe recurso junto ao TSE.