Três homens são presos após descumprir medidas de proteção às mulheres

A Guarda Civil Municipal prendeu entre sexta-feira, 16 e domingo, 18, pelo menos três homens acusados de descumprir medidas de proteção às mulheres.

A primeira prisão aconteceu na noite de sexta-feira, dia 16. Eles foram solicitados à comparecer no Parque Brasil e imediatamente se deslocaram para lá.

Quando lá chegaram se depararam com um indivíduo sacudindo o portão de uma residência. O rapaz, de 22 anos, estava  bastante agitado. Os guardas o detiveram e constataram que ele tinha ameaçado e xingado a avó, de 67 anos e a prima, de 30 anos, ao ser notificado da medida protetiva de urgência contra ele expedida.

VEJA TAMBÉM:

Homem é assassinado com pelo menos três tiros e acusado está foragido
Campanhas nas mídias sociais pedem a saída de Wesley do Bragantino
Briga de bar termina com um homem esfaqueado em Bragança 

Os guardas conduziram o rapaz para o Plantão Central da Polícia Civil. Lá, o delegado de plantão o autuou em flagrante por ameaça, injúria e descumprimento de medida protetiva de urgência – violência doméstica. Posteriormente, o apresentou em audiência de custódia.

Violência contra a ex

Já na tarde de sábado, 17, guardas civis municipais foram até o Jardim Santa Lúcia para atender ocorrência de violência doméstica.

A vítima relatou aos guardas que momentos antes seu ex-companheiro, de 28 anos, a tinha ameaçado de morte. Como a mulher tinha em seu favor uma medida protetiva de urgência, o ex não podia ter se aproximado dela.

Os guardas saíram então em diligências e localizaram o acusado nas proximidades.

Ele negou as ameaças, no entanto, confessou que tinha discutido com a ex-companheira. Os guardas levaram o acusado para o Plantão Central da Polícia Civil. Lá a autoridade de plantão o autuou em flagrante por ameaça, bem como descumprimento de medida protetiva de urgência – violência doméstica. Além disso, em seguida, o apresentou em audiência de custódia.

Violência contra a irmã

Já na manhã de domingo, 18, a Guarda Municipal foi até a Rua Dr. Cândido da Cruz, no centro da cidade. No local as guardas encontraram um homem de 39 anos, na casa da irmã.

Ele, no entanto, não poderia se aproximar em razão da existência de medida protetiva de urgência.

O acusado passou a ameaçar a irmã. assim que soube da medida protetiva.  Ele, aliás, também ameaçou os guardas de morte. Em seguida passou a desacatá-los, proferindo xingamentos.

Já na viatura, o acusado desferiu chutes e danificou o compartimento de presos.

Os guardas o levaram para o Plantão Central da Polícia Civil. Lá, o delegado de plantão o autuou em flagrante por ameaça, bem como descumprimento de medida protetiva de urgência – violência doméstica –, dano, desacato e resistência. Posteriormente a autoridade policial o apresentou em audiência de custódia.

MAIS NOTÍCIAS POLICIAIS

Para ficar sempre por dentro das últimas e principais notícias policiais de Bragança Paulista, aliás, é muito fácil. Basta você acessar os links:

https://bragancaempauta.com.br/category/policia/
https://www.facebook.com/policiaempauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta