Vai viajar nas férias? Cuide da sua saúde para não ter imprevistos

Vai viajar nas férias? Cuide da sua saúde para não ter imprevistos

As férias de junho/julho estão se aproximando e quem está planejando fazer uma viagem mais longa e quer aproveitá-la sem transtornos, é importante ficar atento.  Ficar sentado durante longos períodos pode causar a trombose venosa profunda (TVP), alerta o especialista em viagens, da Antaris Travel, Cláudio Lutzkat.

Ele ressalta que coágulos sanguíneos costumam se formar nas veias profundas da parte inferior da perna ou do braço e bloquear o retorno venoso.

O principal fator desencadeante da trombose, aliás,  é o longo período em que o passageiro permanece sentado.

Mal da classe econômica

Cláudio Lutzkat lembra que a trombose do viajante é conhecida como“mal da classe econômica”, porque nessa parte do avião é ainda mais difícil se movimentar

“Na primeira classe, é possível deitar a cadeira, o que facilita a circulação. A trombose, no entanto, não é exclusividade de viagens de avião. Podem acontecer também com quem faz viagens longas de carro ou ônibus. Isto ocorre porque nestes casos, as pernas ficam para baixo e imobilizadas por muito tempo”, diz.

É justamente a falta de movimento da musculatura da perna que prejudica a circulação do sangue.

Portanto, se vai viajar de ônibus ou carro, as paradas são sempre bem vindas. E para as viagens de avião, vale levantar e dar uma esticada nas pernas, indo até o banheiro, por exemplo.

Sintomas da trombose

Entre os sintomas mais comuns da trombose estão:

  • inchaço na perna,
  • vermelhidão,
  • aumento de temperatura
  • dores na panturrilha

Vale lembrar, no entanto, que as vezes os sintomas não se manifestam.

“Sempre procuramos nos manter informados sobre o assunto para que possamos orienta nossos clientes. Angiologistas especialistas no assunto nos orientaram inclusive que a trombose pode trazer sérias complicações, quando por exemplo, um coágulo se solta e emboliza para os pulmões. É uma doença séria, que pode ser fatal”, diz Cláudio Lutzkat.

“É por isto que durante viagens longas, como a que estamos organizando para a Turquia em outubro, por exemplo, orientamos que nossos clientes usem meia de compressão elástica, que contribui para a circulação. Sempre recomendamos também uso de roupas largas e calçados confortáveis”, diz.

Outra recomendação sempre válida é se manter sempre muito bem hidratado.

Fatores de risco

Cláudio Lutzkat lembra que entre os fatores de risco para a trombose estão:

  • obesidade
  • sedentarismo
  • ter mais de 40 anos
  • uso de anticoncepcionais,
  • tabagismo
  • ter feito cirurgias recentemente
  • gestação
  • histórico familiar

“Sempre recomendamos que pessoas que têm algum destes fatores de riscos procurem um médico antes de viajar, para que possa receber mais orientações preventivas”, diz.

Recomendações

Para você que vai fazer uma longa viagem Cláudio Lutzkat dá as dicas:

  • Evite calçados e roupas apertados
  • Estique as pernas abaixo da poltrona ou banco da frente por cerca de 3 a 4 minutos a cada uma hora
  • Mexa-se na poltrona do avião ou banco do carro
  • Evite cruzar as pernas
  • Levante-se e caminhe até o banheiro do avião
  • Faça paradas

Quer mais dicas sobre viagens ou escolher seu destino para as férias?

Visite o site da Antaris Travel https://www.antaristravel.com.br ou siga a agência nas redes sociais.

Facebook: https://www.facebook.com/antaristravel/
Instagran: https://www.instagram.com/antaristravel/
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCnC1uMP5lNUlaKsmSWExPmA

Deixe uma resposta