Informações desencontradas sobre o Carnaval 2017 chamaram atenção do vereador Quique Brown que trouxe a tona o assunto na Câmara Municipal, durante a sessão ordinária realizada na terça-feira, dia 21.

Chamou atenção do vereador informações sobre os ambulantes que querem vender seus produtos no Carnapraça.

Quique Brown apresentou no telão e-email enviado à Divisão de Imprensa, questionando sobre a Praça de Alimentação. A resposta, datada do dia 16 de fevereiro, informa que todas as vagas já tinham sido preenchidas por pessoas inscritas na Prefeitura e que tinha sido feita divulgação de tais inscrições.

O vereador, ressaltou, entretanto, que só no dia 17, ou seja um dia depois, foi publicado no Imprensa Oficial, edital referente a tal cadastro, conforme decreto nº 2439, com data do dia 15 de fevereiro.

Confira o vídeo com a denúncia apresentada na Câmara Municipal.

A reportagem do Bragança Em Pauta também constatou que as informações referente ao Carnaval têm sido realmente desencontradas. não só com relação aos ambulantes do Carnapraça, mas também com relação a Praça de Alimentação da Passarela Chico Zamper.

Em entrevista à rádio Bragança AM, por exemplo,  o secretário de Cultura e Turismo Cléber Centini Cassali disse que estava estudando conceder permissão de uso para que a Liga Independente das Escolas de Samba explorasse o local. Paulinho do Barril, presidente da LIESB, chegou a divulgar inscrições para ambulantes interessados, e posteriormente, em coletiva, o prefeito Jesus Chedid anunciou que a praça de alimentação ficaria sob responsabilidade da Prefeitura.

A reportagem do Bragança Em Pauta, questionou à Divisão de Imprensa justamente sobre o assunto.

Por e-mail a Divisão de Imprensa, explicou no dia 16 de fevereiro, que:

“Ja foi aberta as inscrições bem como ja foi feito os sorteios para os comerciantes de Bragança num total de 30. Não houve cobrança do espaço, apenas o valor das tendas para padronização do local.”

Em seguida,  em um novo e-mail  a explicação foi que:

“a área de alimentação será preencgida por comenrciantes de Bragança que deverão se inscrever na prefeitura municipal e depois serão sorteados os locais. Só foi aberto cadastro aos comerciantes de Bragança. Não haverá cobrança de espaço, os comerciantes pagarão somente o custo das tendas para padronização do local. Haverá uma barraca destinada ao Fundo Social.”

Ou, seja, em uma primeira versão foi de que o sorteio já teria ocorrido e no segundo, que as vagas ainda seriam preenchidas.

Também não foram sanadas dúvidas com relação a subvenção concedida pela Prefeitura para a Liga Independente das Escolas de Samba, para realização do Carnaval.

A Prefeitura informou que concederia R$ 308 mil para a LIESB, que repassaria a verba para as escolas. Posteriormente, foi divulgada a informação pelo secretário Cléber Centini, que a Prefeitura conseguiu parcerias e duas escolas: Dragão Imperial e Lavapés, receberia patrocínios.

Questionamos a Prefeitura sobre o assunto e recebemos informação que o repasse da Prefeitura será de R$ 308 mil, não fomos informados sobre patrocínios.

No mesmo e-mail a Prefeitura disse ainda que ficaria responsável pelas despesas como som e sanitários químicos.