Toda vez que chove um pouco mais forte moradores da Avenida José Gomes da Rocha Leal, no cruzamento com a Rua Coronel Ladislau Leme, Gustavo Louro e seus familiares sofrem com as enchentes, mas segundo eles no sábado, dia 21, o que mais chamou atenção foi que encheu o local quando a chuva parou.

“A água subiu depois que a chuva parou. Nem as comportas que instalamos conseguiu segurar a água. Perdemos tudo. Meus avós tiveram que ser retirados no colo”, desabafou.

Os idosos, de 81 e 82 anos, foram retirados as pressas do local e foram levados para casa de familiares.

Gustavo Louro, disse que fez uma postagem no facebook sobre a enchente e foi procurado por uma moradora do condomúnoi Valle das Águas que disse que as comportas dos lagos existentes no condomínio foram abertas e que isto teria agravado  a enchente.

O morador, desesperado, questiona se isto pode ser feito e quais medidas podem ser tomadas para que novas enchentes não atinjam o local.

“Faz dois anos que eu imploro para a Prefeitura nos ajudar, limpar as margens do rio, para amenizar os danos e ninguém faz nada. Estou botando fé nesta administração. O pessoal da Vila Malva passa a mesma coisa que nós.”, desabafou esperançoso.