Zona Azul de papel continua

Pela segunda vez, a Prefeitura de Bragança Paulista adiou a extinção da Zona Azul de papel. De acordo com nota divulgada pela Prefeitura, a medida foi adotada em função dos tanolários ainda disponíveis e do cadastro de pontos de venda da Zona Azul Digital.

Quando fez a implantação do sistema em abril em que o velho talão seria substituído por um aplicativo da empresa Transitabile Sistemas de Controle de Vagas Automotivas  a Prefeitura não previu remuneração para os comerciantes que se disponibilizassem a vender os créditos eletrônicos.

Isto fez com que os comerciantes não tivessem interesse em revender estes créditos, afinal eles teriam trabalho e não ganhariam nada com a venda dos mesmos.

Como nem todo mundo tem acesso à internet ou sabe mexer em aplicativos, por enquanto, a Prefeitura vem mantendo os dois sistemas válidos. Ou seja, o motorista pode até o final de julho optar pela Zona Azul Digital ou talão.

Até quando vale o talão azul?

Em nota, a Prefeitura de Bragança Paulista informou que a partir de 1 de agosto a Zona Azul funcionará apenas no sistema digital. Ou seja, só será válida por aplicativo ou cadastro nos pontos de vendas. Vale lembrar que no caso dos pontos de venda o usuário pagará o avulso e receberá o comprovante de transação.

Vale lembrar, no entanto, que isto já deveria ter ocorrido no final de maio foi adiado para junho e agora para julho.

O aplicativo ‘Transitabile Bragança Paulista’ está disponível para ser baixado gratuitamente. É possível encontrá-lo nas lojas virtuais Play Store e App Store.

Cada hora de estacionamento custa R$2,00 em créditos, tanto pelo aplicativo quanto nos Pontos de Venda. Já o talão de Zona Azul, tem preço variado no comércio local. Em alguns pontos chega a R$ 4.00.

O tempo de permanência máximo por vaga nas vias da Zona Azul é de 2h. Após transcorridas as 2h, ininterruptas, na mesma vaga, o usuário deverá sair do local e procurar outra vaga.

A utilização dos créditos digitais ou do talão é necessária das 8h às 18h em dias de semana. Aos sábados deve ser utilizado das 8h às 13h. Já aos domingos e feriados o estacionamento é livre.

Vale lembrar, que apesar de ser digital, a fiscalização da Zona Azul continua a cargo do agente de trânsito.

O secretário de Mobilidade Urbana de Bragança Paulista. Rogério Alves esteve no Em Pauta Entrevista em maio. Na época ele falou sobre a Zona Azul Digital e outros assuntos. Se você perdeu o programa ao vivo pode conferir agora;

Basta clicar no link: https://www.youtube.com/watch?v=uEXupsK8YA8

 

Deixe uma resposta