Bastidores Em Pauta implora: salvem nossos idosos!

O vereador Ditinho Bueno foi ouvido pela Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal e depôs por 32 minutos. Falou, falou, falou e não convenceu. Mas tentou achar um culpado pelo vexame que fez Bragança Paulista passar nacionalmente e internacionalmente: a imprensa.

A IMPRENSA NÃO É JUSTA

Durante a terceira reunião da Comissão de Ética, para tratar do “episódio da calcinha”, o vereador Ditinho, na condição de investigado e depoente disse: “A imprensa não é justa, tudo que produzimos de bom nesta Casa sai toda semana no jornal?”
Citando nada mesmos que 12 vezes a imprensa em 32 minutos, ele criticou a mídia de Bragança, a mídia nacional e até a internacional sobre a cobertura do “episódio da calcinha”. Um verdadeiro complô mundial contra Ditinho Bueno!

CULPA TAMBÉM DA OPOSIÇÃO

Segundo Ditinho, os responsáveis pelo vídeo viralizar na cidade são pré-candidatos da oposição. “90% de quem viralizou são pré-candidatos”, afirmou. Nós não sabemos qual instituto de pesquisa Ditinho contratou para fazer esta pesquisa, mas se contarmos pelo número de compartilhamentos somente no Facebook do Bragança Em Pauta, teremos ao menos 374 pré-candidatos da oposição.

CHAMOU A ATENÇÃO

Entre as diversas falas de Ditinho em sua auto-defesa, uma que chamou a atenção foi: “Eu respeito a política brasileira, não estou aqui pra brincadeira”. Sem mais.

FABIANA FOI FIRME

Dos membros da Comissão de Ética (Tião do Fórum, Sidiney Guedes, Rita Leme, Natanael Ananias e Fabiana Alessandri), a vereadora que estava falando, enquanto Ditinho cheirava e manuseava a calcinha foi a mais firme em seus questionamentos. Confira:

Fabiana: “O senhor falou que recebeu uma calcinha de presente, inclusive era uma calcinha comestível. O senhor recebeu essa calcinha no momento da Sessão? Seria um presente?”

Ditinho Bueno: Não, não recebi durante a sessão.

Fabiana: Com relação a cheirar calcinha, isso acontece normalmente?

Ditinho: Magina, foi uma coisa super íntima de cada um, magina, de jeito nenhum. Teu tenho um comportamento normal como todo mundo, eu tive uma curiosidade pelo o objeto, a gente não é acostumado com esse tipo de presente, uma coisa única. Os 28 segundos da minha vida que quero esquecer pra sempre.

Fabiana: De quem é esse objeto Ditinho? Como ele apareceu no seu gabinete?

Ditinho: Com todo respeito, por tudo aquilo que eu já passei envolvendo minha família, essa pergunta, com todo respeito, essa pergunta eu vou me furtar a responder.

A IMPRENSA QUER SABER VEREADOR…

Se o senhor estivesse prestando atenção no seu trabalho, não teria cheirado a calcinha ao vivo para o Brasil inteiro ver em horário de expediente.

Faça seu trabalho que fazemos o nosso. Aliás, o nosso é divulgar e informar a população e queremos saber, quem foi que lhe deu a calcinha? Cadê a calcinha? Ela é mesmo comestível? O amigo foi entregar o presente pessoalmente? Ele esperou o senhor abrir para ver a reação?

SIDINEY GUEDES DESCONHECE O ESTADO LAICO

Não contente com o vexame da calcinha, o vereador Sidiney Guedes, também do Grupo Chedid, fez o Legislativo bragantino passar mais uma vergonha essa semana. Parece que há uma competição interna na Casa.

Independente da religião e crença de cada um, os vereadores deveriam saber que o Estado é laico. Em Bragança Paulista durante uma discussão sobre a flexibilização do comércio e atividades em geral, o vereador Sidiney Guedes foi extremamente infeliz ao falar que a diferença de academias para igrejas é que nas igrejas têm Deus. Perdeu uma ótima chance de ficar calado! Foi um vexame!

Depois, a culpa é da imprensa.

NÓS AVISAMOS…

Na coluna da semana passada, nós avisamos que a Fase Laranja em Bragança Paulista não estava sendo cumprida. Quem avisa amigo é!

A Justiça deu 72 horas para a Prefeitura se manifestar do porque isto está acontecendo.

Com isto quem perde? O cidadão! Se a gente estivesse seguindo o Plano São Paulo desde o início será que não estaríamos em melhor situação? A capital segue as normas à risca e lá já estão na Fase Amarela. Será que o prefeito Jesus está daltônico?

Enquanto isto, em Bragança as mortes subiram 70% em julho. Os casos saltaram de 522 no dia 31 de junho para 1700 neste dia 1º de agosto.

E POR FALAR EM JUSTIÇA E COVID…

A Justiça concedeu uma liminar determinando que a Prefeitura de Bragança Paulista não use verba de fundos municipais para o combate à COVID-19. A medida chegou a ser aprovada pela Câmara Municipal e a ação foi proposta pela Procuradoria Geral de Justiça, a partir de manifestação de promotores de Bragança a partir de denúncia do vereador Basílio Zechini Filho.

Uma das preocupações é o uso de dinheiro do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMDICAD).

E POR FALAR EM AVISO…

O vereador Marcus Valle alertou que tem uma preocupação com a empresa que apresentou proposta financeiramente mais atrativa ao município para licitação das perimetrais. A empresa está em recuperação judicial, isso não a impede de participar da licitação, mas preocupa.

A empresa, segundo o vereador, tem obras em Sorocaba paralisadas devido ao não pagamento aos funcionários, o contrato está paralisado também.

OLHA O EXEMPLO, PRÉ-CANDIDATO – PARTE 3

Os pré-candidatos de Bragança Paulista continuam dando mal exemplo nas redes sociais.

Desta vez, foi o pré-candidato a vice-prefeito pelo PSD, Coronel Américo.

Ele tem feito uma maratona de visitas ao lado do pré-candidato à prefeito Basílio Zechini. Só que regularmente, é fotografado sem máscara em via pública, utilizando a máscara de forma incorreta e esta semana, além de sem máscara, sem o distanciamento social com uma idosa. Por favor coronel, vamos todos dar o exemplo, o senhor pode ser multado! A campanha está só começando.

Semana que vem, tem mais Bastidores Em Pauta

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta