Os aeroportos localizados em Campinas, Jundiaí, Bragança Paulista, Itanhaém e Ubatuba passam a ser administrados em operação assistida a partir desta quarta-feira, dia 19, entre o Departamento Aéreo do Estado de São Paulo (Daesp) e o consórcio Voa São Paulo.
Na quarta-feira, dia 18, o governador assinou contrato com o consórcio, durante solenidade, realizada em Jundiaí.O Daesp mantém a responsabilidade contratual pela administração durante os primeiros 90 dias. Passado esse prazo, o Voa São Paulo assume integralmente a administração.

Do total de R$ 93,6 milhões previstos no contrato para serem investidos ao longos de 30 anos, R$ 33,6 milhões serão aplicados já nos primeiros quatro anos.

Além de empreendimentos comerciais e imobiliários, os aeroportos que até aqui operaram principalmente para serviços de aviação executiva e táxi aéreo podem ser utilizados para operação comercial e oferta de voos de linha. A mudança propicia novas oportunidades de desenvolvimento.

O Consórcio Voa São Paulo foi o vencedor da licitação realizada no dia 16 de maio deste ano, com a oferta de outorga de R$ 24.439.590,00.

Segundo dados do Governo do Estado, a nova administração deve resultar em benefícios diretos para os usuários das aeronaves nos mais de 135 mil pousos e decolagens nesses cinco aeroportos.

Os investimentos previstos para o aeroporto Estadual Artur Siqueira de Bragança Paulista são de R$ 10,5 milhões e inicialmente, será feita a sinalização horizontal diurna da pista.

Ao término desse prazo inicial, de 90 dias o Voa São Paulo passa a operar integralmente os aeroportos e deverá dar início aos investimentos contratuais exigidos sob fiscalização da Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp.

Aeroporto Estadual Artur Siqueira, aqui de Bragança Paulista possui pista de 1.200 m, terminal de passageiros com 225 m², além de estacionamento para 76 veículos. O aeroporto, que está localizado a três quilômetros do centro da cidade, atende as demandas de voos executivos. Movimentou, em 2016, 28.370 passageiros e 30.050 aeronaves.