Skip to content

“Episódio da Calcinha”: Comissão de Ética realiza hoje primeira reunião

"Episódio da Calcinha": Comissão de Ética realiza hoje primeira reunião

A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Bragança Paulista marcou para hoje, 6, às 14h, a sua primeira reunião para analisar a possível quebra de decoro parlamentar pelo vereador Ditinho Bueno (PSC), por causa do “episódio da calcinha”. O vereador observou e cheirou uma calcinha vermelha em seu gabinete na Câmara Municipal, enquanto ocorrida uma sessão ordinária, que era transmitida on-line.

A comissão é composta pelos vereadores Fabiana Alessandri, Natanael Ananias, Rita Leme, Tião do Fórum e Sidiney Guedes. Na oportunidade, eles vão deliberar como será o processo de investigação e os próximos passos que serão tomados.

LEIA TAMBÉM:

Vereador observa e cheira calcinha durante sessão
Ditinho pede desculpas por episódio das calcinhas
Conselho da Mulher, vereadores e partido repudiam vereador cheirando calcinha

Rita Leme e Natanal Ananias, já adiantaram, durante a 22ª Sessão Ordinária, que acham que a cassação do mandato do vereador é uma pena grande demais. Os dois se manifestaram sobre o assunto durante a votação que decidia a possível quebra de decoro deveria ou não ser analisada pelo Comissão de Ética

Todos os membros, da comissão aliás, apesar de terem votado para que o caso seja analisado na Comissão de Ética, votaram contra a instauração de uma Comissão Processante, que analisaria diretamente um pedido de cassação do vereador, com base em pedidos populares.

A defesa

Ditinho Bueno na semana passada deu declarações na internet sobre o assunto, ressaltando que foram 28 segundos infelizes e que ele não deixou de prestar atenção nos debates que estavam ocorrendo na Câmara Municipal. Nas imagens, no entanto, é possível notar que os vereadores discutiram naquele momento, um projeto de lei, de autoria do vereador Tião do Fórum, sobre o corte de árvores e que o vereador simplesmente ignora a fala da vereadora Fabiana Alessandri sobre o assunto.

Diferente das alegações de Ditinho, ele cheira a calcinha, durante a discussão do projeto e não durante a fala dos vereadores sobre assuntos de interesse pessoal. Durante o pronunciamento, aliás, ele chegou a dizer uma frase racista para se defender: “Foram 28 segundos negros na minha vida”, disse ele.

Ditinho em seu pronunciamento acusou os vereadores de oposição quererem o destruir e disse que se for investigado, tem coisas piores por aí.

A reunião da sessão da Comissão de Ética poderá ser assistida ao vivo pelos canais oficiais da Casa na internet, no site www.camarabp.sp.gov.br, Youtube (www.youtube.com/camarabraganca) e Facebook (www.facebook.com/camarabragancapaulista).

Devido à pandemia, o acesso de público às dependências da Câmara não está sendo permitido.

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados