Skip to content

Famílias vulneráveis devem se cadastrar no CRAS para receber cestas

Famílias vulneráveis

A Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social (SEMADS), informa à população que a distribuição das cestas básicas às famílias cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), vêm sendo realizadas em domicílio.

A medida tem como objetivo evitar filas, aglomerações e a saída das pessoas às ruas e ocorrerá pontualmente no período que perdurar a quarentena.

As famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social, seja de ordem econômica ou caso de violência ou violação dos direitos, por exemplo, e que necessitem de cestas básicas, devem procurar o CRAS de seu território para uma avaliação socioeconômica.

Esta avaliação é realizada pela equipe social, de acordo com a Lei Municipal de Benefício Eventual de Assistência Social.

As informações e orientações podem ser obtidas via telefone.  O município conta com 4 unidades do CRAS. São elas:

  •  CRAS Anchieta na Rua Roberto de Melo Tucunduva, s/n, (11) 4035-3067;
  • CRAS Santa Libânia – Rua Santa Cruz, 1197, (11) 4034-5461;
  • CRAS Águas Claras – Rua Benedito Luiz Afonso, 180, (11) 4031-3176;
  • CRAS Dr. Jacintho Soares Souza Lima Júnior – Rua Amazonas, 480, Parque dos Estados, (11) 4031-6321.

O atendimento acontece de segunda à sexta-feira.

A SEMADS alerta que não está enviando mensagens por Whatsapp sobre a doação de cestas e pede que a população tenha cuidado para não cair em fake news.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse:https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias pelo celular acesse: https://chat.whatsapp.com/BEtf6hqh9CW4JeRGa16MO3

[uam_ad id=”37841″]

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados