cidades com mais casos de Covid-19

Por Filipe Granado

Com cinco casos confirmados de Covid-19 em Bragança Paulista (com exames realizados em rede particular) e quatro óbitos ainda sem exame de confirmação, a cada balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde a angústia da população aumenta com relação aos exames de coronavírus que são realizados na cidade e não voltam com os seus respectivos resultados. No momento, são 48 casos em investigação em Bragança Paulista, ou seja, 48 pessoas que apresentam os sintomas, estão ou estiveram internadas ou em isolamento domiciliar e não sabem se estão ou não com o vírus.

Vale ressaltar, que por determinação do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo e do Centro de Operações de Emergências (COE -SP), os exames laboratoriais visando diagnóstico do vírus Covid-19 devem ser solicitados somente para pacientes internados graves ou críticos, para unidades hospitalares e profissionais de saúde.

INSTITUTO TEM 12 MIL EXAMES SOMENTE DA CAPITAL

Em entrevista à TV Globo neste sábado, 28, o secretário municipal de saúde da capital, Edson Aparecido, afirmou que somente São Paulo tem cerca de 12 mil testes enviados ao Instituto Adolfo Lutz.

Questionamos a Secretaria Estadual de Saúde, sobre este número somados capital e interior, mas não obtivemos resposta.

GOVERNO DO ESTADO NÃO RESPONDE

Nesta semana, a reportagem do Em Pauta entrou em contato tanto com a Secretaria Estadual de Saúde, quanto com a Secretaria de Comunicação do Governo Estadual, buscando esclarecimentos com relação a quais cidades o Instituto Adolfo Lutz é responsável por atender, se atende municípios de outros estados, quantos exames consegue realizar por dia e quantos profissionais estão envolvidos neste processo tão complexo. Não obtivemos resposta oficial.

645 CIDADES ENVIAM EXAMES

Todavia, secretários municipais de saúde contatados pela reportagem confirmaram que o Instituto tem sim recebido coletas de exames de pacientes das 645 cidades do Estado de São Paulo. Além disto, em pesquisa realizada em portais de notícias pelo país, é possível notar que municípios de outros estados, como o Piauí e também do Tocantins, por exemplo, aguardam resultados no Instituto Adolfo Lutz.

Em seu pronunciamento público no dia 25 de março, a secretária municipal de Saúde de Bragança Paulista, Marina de Fátima Oliveira afirmou que “o Instituto Adolfo Lutz não nos passa a data em que vão liberar os resultados, é de acordo com a demanda deles. No princípio, estava bastante rápido. Mas com o aumento da demanda de análise, tem demorado bastante”.

EXAMES EM REDE PARTICULAR

Na sexta-feira, 27, Marina de Oliveira relatou também em pronunciamento que “vamos fazer alguns exames em laboratórios contratados, através da Santa Casa. Portanto, aqueles que estão hospitalizados, em UTI ou Enfermagem, nós já fizemos a coleta hoje e encaminhamos para laboratório contratado. Se der positivo, vamos ter que esperar a confirmação pelo Instituto Adolfo Lutz. Mas ao menos vamos ter uma noção do que está acontecendo. ”, disse.

TESTES RÁPIDOS PARA A POPULAÇÃO?

A secretária de Saúde anunciou ainda que profissionais da saúde, poderão ser testados de forma mais célere. “Adquirimos testes para aplicar em nossos profissionais de saúde que estão assintomáticos e estão em casa. O chamado teste rápido. Ainda não temos condição de testar toda a população”, disse.

Tanto o Ministério da Saúde quanto o Governo do Estado anunciaram compras de testes rápidos, para agilizar esta espera de resultados e tentar frear o avanço dos vírus.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo deste final de semana, o ministro da Saúde declarou que nesta segunda-feira, 30, deve chegar no Brasil o primeiro lote de testes rápidos. O número oficial não foi divulgado, mas espera-se que seja ao menos 5 milhões de testes.

No âmbito estadual, o Governo informou à reportagem do Em Pauta que outros laboratórios públicos ou privados podem integrar a Rede Nacional de Alerta e Resposta às Emergências em Saúde Pública. São laboratórios ligados à USP (Universidade de São Paulo e do Instituto Butantã.

OUTRAS CIDADES

Se Bragança Paulista possui 48 casos aguardando exames, confira como está a situação em outros municípios da região.

Atibaia – Aguardando 35 exames em 27/03.

Itatiba – Aguardando 23 exames em 29/03.

Mairiporã – Aguardando 237 exames em 28/03.

Campinas –  Aguardando 489 exames em 29/03.

Jundiaí – Aguardando 136 exames em 28/03.

 

Para acompanhar os números do coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse: https://bragancaempauta.com.br/coronavirus-confira-os-numeros-em-braganca-atibaia-e-regiao/

Quer receber notícias pelo celular acesse:  https://chat.whatsapp.com/CxVBfj7gj2X0nPqzfJbP1v

[uam_ad id=”37841″]

 

Deixe uma resposta