O corpo da jovem Nicole Guimarães Sapucci, de 22 anos, será sepultado no Cemitério da Saudade, em Bragança Paulista, as 9h desta terça-feira, 29 .A jovem residia no Bairro da Marina, em Bragança Paulista e morreu no domingo, 27, após ser agredida pelo companheiro. 

A agressão aconteceu no  interior do Centro de Detenção Provisória (CDP), no Bairro Tijuco Preto, em Jundiaí. A garota ainda chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos na cabeça e morreu. 

Michael Denis de Freitas, de 25 anos é acusado de ter cometido as agressões. A princípio ele disse que a jovem caiu da terceira cama. Na sequência teria confessado que a derrubou da cama e a agrediu com socos e pontapés.

O CDP de Jundiaí, tem atualmente 1595 presos quando na verdade deveria abrigar 847.

O crime chocou Bragança Paulista e as pergunta que todo mundo faz na cidade são: Como ninguém ouviu a jovem  clamar por socorro? Outros presos ajudaram na agressão? Houve além de agressão abuso sexual?

O caso está sendo investigado na Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí como feminicídio. Cabe a Polícia Civil esclarecer o ocorrido e responder estas e outras perguntas. A Secretaria de Administração Penitenciária também irá investigar o que houve na cela de forma administrativa.

Conforme o apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta, o acusado do assassinato está preso por roubo. Ele também tem condenação por uso de documento falso e deve responder, além disso,  também pelo homicídio da jovem Nicole.

Em um dos perfis nas redes sociais ela falava do ciúmes do marido, mas que apesar das brigas, no final tudo terminava bem. Não havia registros de agressões anteriores.

 

Deixe uma resposta